Os melhores zagueiros da história

| ESPORTE
Os melhores zagueiros da história
Fonte: listas.20minutos.es

TOP 62:
Hong Myung-Bo (Coréia do Sul).
Hong Myung-Bo (Coréia do Sul).
Hong Myung-Bo (Seul, Coréia do Sul, 12 de fevereiro de 1969) é um jogador de futebol sul-coreano aposentado que jogou na defesa. Hong desenvolveu sua carreira em Pohang Steelers, onde empregou todo o seu ensino na posição de defensor livre. Na liga sul-coreana, ele foi uma grande figura, o que o levou a ser escolhido várias vezes o melhor de sua liga. Sua contribuição para Pohang teve um hiato de quatro anos, quando Hong partiu para o Japão, para jogar na Liga Japonesa, em 1997, para se juntar às fileiras de Bellmare Hiratsuka, uma equipe que levou à conquista do Campeonato Asiático de Clubes. , antes de se mudar para Kashiwa Reysol, onde foi o primeiro jogador de futebol sul-coreano a liderar um time profissional. Em 2001, ele voltou ao seu país para jogar novamente no Pohang Steelers. Em 2002, ele assinou contrato com o Los Angeles Galaxy, a liga de futebol americana ou a Major League Soccer. Na seleção da Coréia, ele já foi internacional 135 vezes, sendo o jogador que mais usa a camisa de sua equipe. Precisamente Hong marcou o gol decisivo na disputa de pênaltis contra a Espanha e, aliás, obteve um quarto lugar histórico com sua equipe na Copa do Mundo na Coréia e no Japão. Ele marcou um total de 9 gols com sua equipe.

TOP 61:
Francisco Arce (Paraguai).
Francisco Arce (Paraguai).
Francisco Javier Arce Rol√≥n (Paraguar√≠, Paraguai, 2 de abril de 1971) √© um ex-jogador de futebol paraguaio que trabalhou como lateral-direito. Suas principais caracter√≠sticas foram a precis√£o na execu√ß√£o de chutes livres e a velocidade de jogo nas laterais. Atualmente, ocupa o cargo de t√©cnico da Sele√ß√£o Nacional de Futebol do Paraguai. Chiqui Arce jogou durante os primeiros anos de sua carreira no Cerro Porte√Īo, em seu pa√≠s natal, onde conquistou tr√™s t√≠tulos locais. Depois, teve uma experi√™ncia positiva no Brasil, jogando pelo Gr√™mio e Palmeiras, dois dos clubes mais importantes do pa√≠s mencionado. O zagueiro teve uma passagem pelo japon√™s Gamba Osaka e terminou sua carreira em Freedom. Entre 2008 e 2011, ele foi treinador do Club Rubio √Ďu, alcan√ßando promo√ß√£o para a Primeira Divis√£o e, posteriormente, bons resultados para mant√™-lo nessa categoria. Na Sele√ß√£o Nacional de Futebol do Paraguai, Arce jogou um total de 61 jogos com a Sele√ß√£o Nacional de Futebol do Paraguai e marcou 5 gols. Al√©m disso, jogou as Copas do Mundo na Fran√ßa em 1998 e na Cor√©ia-Jap√£o em 2002. Foi nomeado diretor t√©cnico da equipe em 29 de julho de 2011, sucedendo a Gerardo Martino.


TOP 60:
Domingos Ant√īnio da Guia (Brasil).
Domingos Ant√īnio da Guia (Brasil).
Domingos Ant√īnio da Guia (nascido no Rio de Janeiro em 19 de novembro de 1912 - falecido no Rio em 18 de maio de 2000), apelidado de "o Mestre Divino" "era um dos jogadores de futebol mais importantes do Brasil. Omingos nasceu no seio de uma fam√≠lia muito humilde no bairro de Bangu. Ele trabalhou alguns anos em uma f√°brica t√™xtil antes de come√ßar a jogar pelo Bangu no concurso do Rio de Janeiro. Ele rapidamente ganhou fama como um dos principais jogadores (zagueiro central) de Bangu entre os 1929 a 1932. Apesar do fato de Bangu ter uma hist√≥ria de jogadores de cor (Francisco Carregal foi o primeiro em 1905), os domingos testemunharam o racismo no futebol quando ele cresceu, tendo visto a brutalidade em que alguns jogadores Acredita-se que a cor que eles receberam tenha inspirado a extraordin√°ria capacidade de Domingo de driblar a bola e desviar os defensores, uma caracter√≠stica pela qual os brasileiros se tornariam famosos em todo o mundo. s mudou-se para o Clube Nacional de Futebol do Uruguai por apenas uma temporada, ap√≥s breves per√≠odos no Vasco da Gama (Brasil), no Club Atl√©tico Boca Juniors (Argentina) e depois encontrou um lar nos "gigantes" do Rio Flamengo ( entre os anos 1935-1943). Um breve per√≠odo no Corinthians fez Domingos retornar ao seu amado Bangu, onde permaneceria at√© sua aposentadoria em 1948. O irm√£o de Domingos da Guia, Ladislau da Guia, √© o maior artilheiro da hist√≥ria do Bangu Atl√©tico Club, com 215 objetivos. Os domingos tamb√©m tiveram uma carreira internacional de sucesso, obtendo cerca de 30 x√≠caras para o Brasil. O filho de Domingo Ademir da Guia tamb√©m jogou pelo Bangu entre 1959-1961, antes de se tornar um √≠dolo em Palmeiras de S√£o Paulo.

TOP 59:
Luis Eyzaguirre (Chile).
Luis Eyzaguirre (Chile).
Luis Armando Eyzaguirre Silva (apelidado Fifo, depois de ser convidado pela FIFA a participar de um time em um jogo comemorativo do centenário do futebol) era um jogador de futebol chileno que inovou no futebol de sua época, porque junto com Nilton Santos e Djalma Santos e antes que Giacinto Facchetti foi um dos primeiros alas que atacou e rapidamente voltou a defender, tornando-se assim os primeiros defensores de pista na história do futebol. O Fifo Eyzaguirre ocupou a posição de faixa direita na formação do clube da Universidade do Chile, conhecido como Blue Ballet, com o qual conquistou cinco campeonatos nacionais, e também conquistou o terceiro lugar com a seleção chilena na Copa do Mundo de 1962. Na época, ele era considerado o melhor lateral do mundo com o brasileiro Djalma Santos e até hoje é lembrado constantemente no ranking de pesquisas e análises. Ele está entre os poucos jogadores chilenos que formaram um time do Resto do Mundo, como o primeiro em 1963. Ele jogou 39 jogos pelo time chileno entre 1959 e 1966. Também jogou no Huachipato e Ferroviarios.

TOP 58:
Luís Edmundo Pereira (Brasil).
Luís Edmundo Pereira (Brasil).
Luís Edmundo Pereira era um jogador de futebol brasileiro. Nasceu em Juazeiro (BA) em 21 de junho de 1949. Jogou na defesa e seu primeiro time foi São Bento. Ele começou jogando na liga brasileira de futebol com o São Bento. Em 1968, assinou contrato com o Palmeiras, time em que jogou sete temporadas e com o qual venceu três ligas brasileiras. Em 1975, ingressou na liga espanhola de futebol com seu parceiro no Palmeiras Leivinha para jogar com o Atlético de Madrid. Com esse time, ele estreou na Primeira Divisão Espanhola em 28 de setembro de 1975 no jogo do Atlético 4: 1 em Salamanca. Pereira tinha um jeito peculiar de jogar defesa. Ele sempre jogava a bola com toques e dribles de qualidade, mesmo que isso significasse perder a bola. Além disso, Pereira foi um defensor abrupto, deu muito poucos chutes e quase não cometeu faltas. Com o Atlético, ele vence uma Copa del Rey em sua primeira temporada e uma Liga na seguinte. Luís Pereira jogou um total de 143 partidas na Primeira Divisão Espanhola, com a equipe do rojiblanco marcando 14 gols. Em 1980, ele voltou ao Brasil para jogar novamente no Palmeiras. Mais tarde, jogou por outras equipes brasileiras: Flamengo, Associação Portuguesa de Desportos, Central Sport Club, Santo André e São Caetano.


TOP 57:
Juan Manuel Vargas (Peru).
Juan Manuel Vargas (Peru).
Juan Manuel Vargas Risco (Lima, Prov√≠ncia de Lima, Peru, 5 de outubro de 1983) √© um jogador de futebol peruano. Ele joga pela esquerda e sua equipe atual √© a ACF Fiorentina da S√©rie A da It√°lia. Ele foi formado nas divis√Ķes menores do University Sports Club, com o qual estreou na Primeira Divis√£o do Peru durante a temporada de 2002, na qual conquistaram o t√≠tulo de Torneio de Abertura. Em meados de 2005, foi transferido para o Club Atl√©tico Col√≥n da Primeira Divis√£o da Argentina. Gra√ßas a suas boas performances, ele atraiu a aten√ß√£o de Calcio Catania, que o contratou por US $ 3.350.000. Depois de ficar duas temporadas na equipe catal√£ e ser processado por clubes como Real Madrid, Roma, Juventus e Barcelona, ele foi contratado pela Fiorentina por um valor de 12 milh√Ķes de euros. Com o time nacional de futebol peruano, ele estreou em uma partida contra o Paraguai em 13 de outubro de 2004. Com isso, jogou a Copa Am√©rica de 2011, realizada na Argentina. Desde sua primeira apari√ß√£o, ele participou de 38 partidas internacionais com Blanquirroja e marcou 4 gols.

TOP 56:
Ciro Ferrara (It√°lia).
Ciro Ferrara (It√°lia).
Ciro Ferrara (N√°poles, Prov√≠ncia de N√°poles, It√°lia, 11 de fevereiro de 1967) √© um ex-jogador de futebol italiano. Ele serviu na posi√ß√£o defensiva. Ele √© o atual diretor t√©cnico da sele√ß√£o italiana de futebol sub-21. Aos 14 anos, devido √† s√≠ndrome de Osgood-Schlatter, ele foi momentaneamente for√ßado a uma cadeira de rodas da qual logo se recuperou. SSC Naples Nascido na cidade de N√°poles, Cyrus come√ßou sua carreira no SSC N√°poles em 1980, Ferrara come√ßou a jogar pelo primeiro time em 1984. Nas temporadas seguintes, ele j√° era titular da equipe napolitana e at√© foi convocado por It√°lia na Copa do Mundo de 1990, com N√°poles, Ferrara venceu a Copa da UEFA de 1989; na temporada 1994-95, a Juventus liderada por Marcello Lippi notou Ferrara e o incorporou √† equipe. [editar] Juventus FC No ver√£o de 1994, a Juventus contratou Ferrara, entrando rapidamente no time titular. Considerado uma das melhores defesas centrais de sua gera√ß√£o, Ferrara jogaria 11 anos no clube Juventino, tornando-se um dos principais s√≠mbolos da entidade; a partir de 1995, Ferrara tornou-se o capit√£o. Ao longo de sua carreira no clube, Ferrara compartilhou a defesa com jogadores como Lilian Thuram, Paolo Montero, Gianluca Zambrotta, Igor Tudor, Alessandro Birindelli, Moreno Torricelli ou Fabio Cannavaro. Como jogador bianconero, Ferrara venceu 6 Scudettos (um dos quais foi revogado devido ao caso Moggi), uma Liga dos Campe√Ķes da UEFA, uma Copa Intercontinental, uma Superta√ßa Europeia, uma Copa da It√°lia, uma Copa da It√°lia, quatro Supercopa da It√°lia e uma Copa Intertoto. Em maio de 2005, Ferrara confirmou sua aposentadoria do futebol profissional e deixou o clube, assim como os companheiros defensores Mark Iuliano e Paolo Montero. Ele √© internacional pela sele√ß√£o italiana de futebol. Com o time italiano, ele estreou em 10 de junho de 1987. Ele participou de 49 partidas com o time italiano. Ele foi vice-campe√£o na Euro 2000, realizado na B√©lgica e na Holanda, e fazia parte da equipe da sele√ß√£o italiana de futebol que disputaria a Copa do Mundo de 2006, na qual seria campe√£o.

TOP 55:
Nilton Santos (Brasil).
Nilton Santos (Brasil).
N√≠lton Reis dos Santos (nascido em 16 de maio de 1925) √© um ex-jogador de futebol brasileiro. Ele era conhecido como The Encyclopedia por causa de seu conhecimento de futebol. Ele foi um jogador-chave na defesa durante as finais da Copa do Mundo de 1954, 1958 e 1962 (ele tamb√©m fazia parte da equipe que jogou na final de 1950, mas n√£o conseguiu jogar) e ficou famoso pelo magn√≠fico gol que marcou contra a √Āustria em a edi√ß√£o de 1958. Dirigindo e driblando a bola pelo campo e deixando seu treinador Vicente Feola louco, ele ficou um pouco √©pico. Tocou ao longo de sua vida em Botafogo, onde jogou de 1948 a 1964. Por esse motivo, o dia 16 de maio, seu nascimento, √© considerado o dia de Botafogo. No clube Alvinegro, no Rio de Janeiro, ganhou muitos torneios, como o Torneio Rio-S√£o Paulo (Roberto Gomes Pedroza), o Campeonato Carioca e o Torneio Internacional de Paris. Nilton Santos √© considerado pela IFFHS - 2006 como um dos 5 melhores defensores da Am√©rica Latina de todos os tempos, junto com El√≠as Figueroa, Jos√© Nasazzi, H√©ctor Chumpitaz e Daniel Passarella. Ele √© membro do FIFA 100. Pel√© o nomeou um dos 125 melhores jogadores vivos em mar√ßo de 2004.


TOP 54:
Aldair (Brasil).
Aldair (Brasil).
Aldair Nascimento dos Santos, mais conhecido como Aldair (30 de novembro de 1965), √© um jogador de futebol brasileiro. Ele joga na defesa e sua equipe atual √© SS Murata. Suco no Clube de Regatas do Flamengo, onde conquistou o t√≠tulo mais importante do Campeonato Brasileiro da S√©rie A. Ele se mudou para a Europa em 1989, jogando pelo Benfica e depois foi transferido para Roma, permanecendo l√° at√© 2003 e jogando mais. dos 400 jogos da S√©rie A com o clube, ele se aposentou do clube em sua camisa n√ļmero 6. Ele se juntou brevemente a G√™nova em seguida. Ele foi Internacional de 1989 a 2000. Vencedor da Copa do Mundo de 1994 e finalista na Copa do Mundo de 1998, venceu a Copa Am√©rica de 1989 e a Copa Am√©rica de 1997, terminando em segundo na Copa Am√©rica de 1995. Jogando 93 jogos e marcando 4 gols em a sele√ß√£o brasileira de futebol.

TOP 53:
Marius Tresor (França).
Marius Tresor (França).
Marius Trésor é um defensor aposentado do futebol na França, nomeado por Pelé como um dos FIFA 100 em março de 2004. Trésor iniciou sua carreira no clube francês AC Ajaccien. Ele também jogou no Olympique de Marseille e no FC Girondins de Bordeaux. Com Marselha, ele ganhou a Coupe de France em 1976. Ele também conquistou o título da Ligue 1 em 1984, com o Girondins de Bordeaux. Para a seleção francesa de futebol, Trésor atuou nas Copas do Mundo de 1978 e 1982. Jogou em 65 jogos pela seleção, marcando um total de 4 gols.

TOP 52:
Edgardo Bauza (Argentina).
Edgardo Bauza (Argentina).
Edgardo Bauza (Granadero Baigorria, Santa Fé, Argentina, 26 de janeiro de 1958) é um ex-jogador de futebol argentino e diretor técnico. Ele jogou toda a sua carreira profissional como zagueiro central e conseguiu ser o terceiro zagueiro com maior pontuação de todos os tempos (atualmente é o quarto desde que foi superado por Fernando Hierro). Ele fez parte do time da equipe argentina que participou da Copa do Mundo na Itália 90. Atualmente, é treinador da Liga Universitária de Esportes de Quito, clube com o qual conquistou dois títulos locais, a Copa Libertadores de América em 2008 e a Copa Sul-Americana em 2010.


TOP 51:
José Nasazzi (Uruguai).
José Nasazzi (Uruguai).
José Nasazzi Yarza (Montevidéu, Uruguai, 24 de maio de 1901 - ibídem, 17 de junho de 1968) foi um jogador de futebol uruguaio que capitanou seu país às conquistas das medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Paris 1924, Amsterdã 1928 e Copa do Mundo de Futebol (Jules Rimet), realizada no Uruguai em 1930. Ele é considerado um dos melhores defensores da América Latina de todos os tempos e o melhor do futebol uruguaio. Nasazzi caracterizou-se por ser um zagueiro forte, rápido, com ótima recuperação, excelente localização, perfeito no jogo alto e baixo. Ele não era um defensor técnico. Ele se destacava por sua tremenda personalidade, por sua condição inata de comando, por sua coragem, pela grande ascendência sobre seus companheiros. Ele era um "chefe", líder e condutor.

TOP 50:
Berti Vogts (Alemanha).
Berti Vogts (Alemanha).
Hans Hubert "Berti" Vogts nasceu em 30 de dezembro de 1946 em B√ľttgen (Alemanha), ex-jogador de futebol internacional e treinador alem√£o. Vogts juntou-se aos meninos do time de futebol local VfR B√ľttgen em 1954, quando tinha 7 anos, jogando l√° at√© 1965, quando foi transferido para o Borussia M√∂nchengladbach. Ele era um zagueiro na ala direita, sua tenacidade ganhou o apelido de "Der Terrier". Ele foi uma das figuras da idade de ouro do Borussia na d√©cada de 1970, quando venceu a 1. Bundesliga cinco vezes, uma vez na Copa do Futebol Alem√£o e na Copa da UEFA duas vezes. Vogts fez 419 jogos na Bundesliga pelo M√∂nchengladbach marcando 33 vezes e mais 64 jogos pelo clube em competi√ß√Ķes europeias marcando 8 gols. Vogts permaneceu com M√∂nchengladbach at√© se aposentar como jogador em 1979. Ele tamb√©m foi membro do time de futebol alem√£o que venceu a Copa do Mundo de Futebol de 1974 e o Campeonato da Europa de 1972. No total, jogou 9 jogos Internacional nos Jogos da Alemanha Ocidental, ele teve tr√™s participa√ß√Ķes no time sub-23 e 96, com o Absolute fazendo dele um dos jogadores de futebol alem√£es de maior sucesso. Ele foi o capit√£o da sele√ß√£o nacional 20 vezes e marcou um gol como jogador internacional.

TOP 49:
Giuseppe Bergomi (It√°lia).
Giuseppe Bergomi (It√°lia).
Giuseppe Bergomi (Mil√£o, It√°lia, 22 de dezembro de 1963), √© um ex-jogador de futebol italiano que triunfou no √ļnico clube em que passou toda a sua carreira, o Inter de Mil√£o e a sele√ß√£o italiana. Bergomi era um zagueiro muito eficaz, magn√≠fico na marca√ß√£o, muito correto com os oponentes e possu√≠a um bom centro quando atacou. Um jogador de futebol que poderia atuar tanto como lateral-direito quanto como zagueiro central por sua impressionante efici√™ncia na marca. Ele fez toda a sua carreira esportiva na Inter de Mil√£o, um dos colossos da Serie A, e na Europa, onde na caixa de Nerazurri passou por todas as categorias e, na temporada 1980/81, com 17 anos, estreou no s√©rie de honra. A partir daqui come√ßa um relacionamento profissional de quase 20 anos, no qual ele era a "bandeira" do Inter e um de seus jogadores mais destacados. No n√≠vel do clube, Bergomi teve que viver na sombra da Juventus e do AC Milan, no que diz respeito aos scudettos, e ele o saboreava na campanha de 1988/89, quando conquistaram o Scudetto com jogadores de estatura. : Walter Zenga; O pr√≥prio Bergomi; Andreas Brehme e Lothar Matth√§us. Durante sua estada no Inter, ele tamb√©m ganhou uma Copa da It√°lia, na temporada 1981/82, e tr√™s vezes a Copa da UEFA, precisamente na d√©cada de 90. Durante os 20 anos em que jogou no Inter, ele dividiu o vesti√°rio com grandes jogadores, como: Altobelli; Walter Zenga; Matth√§us; Brehme; Berti; J√ľrgen Klinsmann; Dennis Bergkamp; Rub√©n Sosa; Iv√°n Zamorano; Ronaldo, entre outros. Em 1999, e depois de esperar 10 anos at√© ent√£o sem obter o scudetto novamente, Bergomi p√īs fim √† sua carreira no futebol. Al√©m disso, "Beppe" jogou com a mesa interista 756 jogos e marcou 28 gols. Atualmente, ele √© comentarista de uma rede de televis√£o em seu pa√≠s. Desde 2004, ele faz parte do FIFA 100, a lista dos 125 melhores jogadores de futebol da hist√≥ria.

TOP 48:
Jamie Carragher (Reino Unido).
Jamie Carragher (Reino Unido).
James Lee Duncan Carragher (Liverpool, Merseyside, Reino Unido, 28 de janeiro de 1978) √© um jogador de futebol brit√Ęnico. Ele joga no meio-campo defensivo ou defensivo e sua equipe atual √© a Premier League da Inglaterra, Liverpool FC. Ele √© o atual vice-capit√£o da equipe depois de seu companheiro de equipe Steven Gerrard e jogou mais de 500 partidas com a primeira equipe do Liverpool.


TOP 47:
Carlos Gamarra (Paraguai).
Carlos Gamarra (Paraguai).
Carlos Alberto Gamarra (nascido em 17 de fevereiro de 1971; Ypacara√≠, Paraguai) √© um ex-jogador de futebol paraguaio que atuou como zagueiro. Ele foi o capit√£o da sele√ß√£o paraguaia e, at√© o momento, √© o jogador com mais partidas disputadas na hist√≥ria da equipe, com 110 jogos. Ele tamb√©m marcou 12 gols para a referida representa√ß√£o nacional. Gamarra iniciou sua carreira esportiva no Cerro Porte√Īo em seu pa√≠s em 1991 e venceu o campeonato nacional paraguaio com o Cerro em 1992. Ele assinou pelo Independiente da Argentina na temporada 1992-1993, mas n√£o demorou muito para retornar ao Cerro Porte√Īo. . Sua primeira partida internacional foi contra a Sele√ß√£o Nacional da Bol√≠via em 27 de mar√ßo de 1993, partida em que o Paraguai perdeu por 2: 1. Ele esteve no Cerro Porte√Īo at√© 1995. Em 1995, Gamarra passou a fazer parte da Internacional Brasileira, onde sua popularidade aumentou. Como conseq√ľ√™ncia de seu alto n√≠vel demonstrado na equipe ga√ļcha e na sele√ß√£o nacional, ele foi distinguido como Jogador Paraguaio de Futebol do Ano em 1997 (primeira edi√ß√£o do pr√™mio) e novamente em 1998, ambos os pr√™mios concedidos pelo jornal paraguaio ABC Color. Mais tarde, ele assinou pelo SL Benfica portugueŇõ na temporada 1997-1998, antes de retornar ao Brasil, desta vez no SC Corinthians. Gamarra fez sua primeira grande apari√ß√£o no futebol internacional durante a participa√ß√£o do Paraguai na Copa do Mundo de 1998 na Fran√ßa, na segunda rodada em que o Paraguai foi eliminado pela Fran√ßa (que acabaria vencendo). Gamarra jogou em todos os quatro jogos do Paraguai, conquistando grande respeito por suas habilidades defensivas, e n√£o cometeu uma √ļnica falta em nenhum de seus jogos. A FIFA o escolheu como parte do time All-Star da Copa do Mundo de Futebol. Depois de terminar a temporada de 1999 com o Corinthians brasileiro, ele foi para a liga espanhola, assinando pelo Atl√©tico de Madrid. O Atl√©tico caiu em 2000 e Gamarra voltou brevemente ao Brasil, desta vez para jogar pelo CR Flamengo. A temporada 2001-2002 foi mais bem-sucedida para Gamarra, jogando pelo AEK Athens na Gr√©cia, jogando 24 partidas da liga e vencendo a Copa da Gr√©cia. Na Copa do Mundo na Cor√©ia e no Jap√£o de 2002, o Paraguai caiu novamente no segundo turno. Gamarra jogou todos os minutos contestados por sua equipe e novamente completou sua participa√ß√£o sem cometer erros. Depois da Copa do Mundo, ele contratou a Inter de Mil√£o da Serie A italiana para jogar na temporada 2002-2003. Este foi, sem d√ļvida, o time mais importante em que Gamarra jogou. Na pr√©-temporada, ele marcou o gol que daria √† sua equipe a vit√≥ria sobre a AS Roma na Copa Pirelli. A Inter terminou a temporada como vice-campe√£ do campeonato e Gamarra disputou 14 jogos. Sua pr√≥xima temporada no clube foi menos bem-sucedida e a Inter terminou em quarto lugar no campeonato, Gamarra jogando 10 jogos. Ele permaneceu no Inter na temporada 2004-2005, mas depois de passar a maior parte da temporada no banco, assinou pelo Palmeiras do Brasil em julho de 2005. Jogou como capit√£o da Copa do Mundo de 2006 na Alemanha, na qual a Sele√ß√£o Nacional Paraguaia foi eliminada na Argentina. primeira rodada. No jogo que abriu o grupo contra a Inglaterra, ele sofreu o infort√ļnio de marcar um gol, que foi ao mesmo tempo o mais r√°pido a ocorrer na hist√≥ria das Copas do Mundo. Gamarra tamb√©m foi o capit√£o do time paraguaio durante o torneio de futebol das Olimp√≠adas de Atenas em 2004, conquistando a medalha de prata depois de perder por 1 x 0 para a Argentina na final. Ele jogou seu √ļltimo jogo pela equipe nacional em 7 de outubro de 2006 contra a Austr√°lia, como parte de um amistoso realizado em Brisbane, Austr√°lia.2 Depois, jogou no Brasil e mais tarde no Club Olimpia, onde sua carreira como jogador de futebol terminou. Ele sempre ser√° lembrado como um dos melhores zagueiros da hist√≥ria do futebol sul-americano por sua grande posi√ß√£o por jogar com a cabe√ßa erguida e por sua sobriedade, efici√™ncia e acima de tudo, limpeza para defender, quase sem cometer faltas.

TOP 46:
Gaetano Scirea (It√°lia).
Gaetano Scirea (It√°lia).
Gaetano Scirea, (25 de maio de 1953 - 3 de setembro de 1989), era um jogador de futebol italiano considerado, juntamente com Franz Beckenbauer (que implementou a posi√ß√£o: defensor da linha de frente durante a d√©cada de 1970, como parte do esquema t√°tico 3-5-2) e Franco Baresi, como um dos 3 melhores defensores da hist√≥ria do futebol mundial (e, juntamente com este √ļltimo, o melhor libero e defensor da hist√≥ria do futebol italiano), ambos por sua qualidade t√©cnico-t√°tica (O simples fato de Baresi, tamb√©m selecionado por Bearzot, n√£o ter sido autorizado a participar por um √ļnico minuto durante a Copa do Mundo de 1982 √© um indicador), assim como sua cavalaria esportiva e humana, que foi reconhecida e admirada pelos jogadores advers√°rios e mesmo por torcedores de clubes rivais.

TOP 45:
Matthias Sammer (Alemanha).
Matthias Sammer (Alemanha).
Matthias Sammer é um ex-jogador de futebol alemão. Ele nasceu em Dresden, Alemanha Democrática, em 5 de setembro de 1967. Atualmente, trabalha como treinador. Ele jogou como meio-campista e mais tarde em sua carreira como zagueiro. Ele ganhou o Ballon d'Or em 1996 e foi duas vezes considerado o jogador de futebol alemão do ano (1995 e 1996). Sammer se aposentou com 74 partidas internacionais totais e 14 gols, 23 para a Alemanha Oriental com 6 gols e 51 para o lado unificado com 8 gols.

TOP 44:
Carlos Alberto Torres (Brasil).
Carlos Alberto Torres (Brasil).
Carlos Alberto Torres (nascido em 17 de julho de 1944 no Rio de Janeiro, Brasil). Ele é um ex-jogador de futebol brasileiro. Ele foi um dos jogadores que levou sua seleção a conquistar a Copa do Mundo de 1970. Arlos Alberto começou no Fluminense aos 19 anos e depois foi para Santos, onde se tornou companheiro de Pelé. Sua característica mais marcante foi ser um atacante ofensivo de grande poder e habilidade, sempre empurrando sua equipe para a frente. Em 1974, voltou ao Fluminense e ajudou o time a conquistar a copa do Carioca duas vezes seguidas. Em 1977, ele foi transferido para o Flamengo antes de ser transferido para o Cosmos de Nova York, onde conheceu Pelé e ganhou duas taças na NASL em 1977 e 1978. Depois de passar um ano no California Surfing, voltou ao Cosmos para vencer um terceiro título com esse time em 1982. Carlos Alberto jogou sua partida de despedida em 28 de setembro de 1982 em uma partida de exibição entre o Cosmos e seu antigo time, o Flamengo. Por sua atuação na NASL, ele está no Hall da Fama do Futebol Nacional dos EUA desde 2003. Na Seleção Brasileira de Futebol, ele marcou 8 gols nos 53 jogos que disputou pela seleção. nacional. O gol mais lembrado de Carlos Alberto é o que ele marcou contra a Itália na final da Copa do Mundo de 1970, além de um dos melhores gols marcados na história das copas do mundo. Ele também foi indicado por Pelé para estar entre os 125 jogadores mais famosos em março de 2004.

TOP 43:
Ruud Krol (Países Baixos).
Ruud Krol (Países Baixos).
Rudolf Jozef Krol, conhecido como Ruud Krol, ou Rudi Krol (Amsterd√£, Holanda, 24 de mar√ßo de 1949), √© um ex-jogador e treinador de futebol holand√™s. Caracterizou-se por sua excepcional disciplina e efici√™ncia para marcar e fechar espa√ßos para atacar atacantes. Krol come√ßou sua carreira no Ajax Amsterdam, sob a tutela do lend√°rio Rinus Michels. Em sua primeira temporada no clube, ele aproveitou alguns minutos. Ap√≥s a sa√≠da do lateral-esquerdo Theo van Duijvenbode, no ver√£o de 1969, para o Feyenoord, Krol tornou-se regular nas listas. Quando o Ajax conquistou a Copa da Europa em 1971, Krol n√£o p√īde jogar devido a uma perna quebrada. Mas ele jogou nas finais de 1972 e 1973, ajudando o time a conquistar seus tr√™s primeiros t√≠tulos da Copa da Europa consecutivos, fato que permitiu que o clube fosse o dono da ta√ßa. Enquanto outras estrelas da equipe, como Johan Cruyff e Johan Neeskens, emigraram para outras equipes, Krol permaneceu no Ajax at√© 1980 (depois ele se arrependeu). Mais tarde, ele foi para a NASL para jogar no Vancouver Vancouver Whitecaps, onde ficou apenas uma temporada. Ele ent√£o assinou com o Napoli italiano, onde jogou por quatro temporadas. Seu √ļltimo clube antes de se aposentar foi o franc√™s Cannes. Aposentou-se do treino de futebol em 1986.


TOP 42:
Héctor Chumpitaz (Peru).
Héctor Chumpitaz (Peru).
H√©ctor Eduardo Chumpitaz Gonz√°lez (Ca√Īete, Prov√≠ncia de Ca√Īete, Peru, 12 de abril de 1944), ex-jogador de futebol peruano. Considerado pela FIFA um dos melhores defensores sul-americanos do s√©culo 20, ele tamb√©m √© um dos maiores expoentes da hist√≥ria do futebol peruano. Ele √© 36¬ļ no ranking do Melhor Jogador Sul-Americano do S√©culo, publicado pela IFFHS em 2004. Atualmente, ele tem 68 anos. Ele personificou o esp√≠rito t√≠pico dos jogadores que nunca abaixam as armas; foi por quase vinte anos o capit√£o e grande baluarte defensivo do time peruano que venceu a Copa Am√©rica de 1975, alcan√ßou as quartas de final nos campeonatos mundiais de 70 no M√©xico e Argentina '78 e classificou a Copa do Mundo na Espanha '82. O Chumpitaz foi um grande marcador, habilidoso com a bola, √≥timo cabe√ßalho, com boa vis√£o do jogo, precis√£o nos passes e dono de grande poder em chutes de m√©dia e longa dist√Ęncia, que deram origem ao termo "chumpigolazo" entre os torcedores. Peruanos. Com 65 gols em 456 jogos, ele √© um dos defensores mais pontuadores da Am√©rica do Sul e faz parte do TOP 50 dos melhores marcadores da hist√≥ria da Primeira Divis√£o, jogando como zagueiro publicado pela IFFHS em 2004.

TOP 41:
Sol Campbell (Inglaterra).
Sol Campbell (Inglaterra).
Sol Campbell (18 de setembro de 1974, Newham, Inglaterra, Reino Unido) √© um ex-jogador de futebol brit√Ęnico, de origem jamaicana. Ele jogou como defesa. Sele√ß√£o de futebol da Inglaterra tem sido internacional com. Tottenham Hotspur Come√ßou sua carreira no Tottenham Hotspur, onde passou quase dez anos e venceu a Copa da Liga Inglesa. [editar] Arsenal Na temporada 2002-2003, Campbell foi contratado pelo Arsenal FC, o maior rival dos Spurs. L√° ele venceu a Premier League, a Inglaterra Cup e a Supercopa da Inglaterra. Al√©m disso, ele marcou um gol na final da UEFA Champions League em 17 de maio de 2006, embora seu time tenha perdido para o FC Barcelona por um placar final de 2 gols a 1. [editar] Portsmouth No ver√£o de 2006 deixou o Arsenal FC para assinar com o Portsmouth Football Club, clube onde jogou at√© o ver√£o de 2009, quando se comprometeu com o projeto de Sven-G√∂ran Eriksson com o Notts County. [editar] Arsenal FC No mercado de inverno da temporada 2009-2010, ele respondeu ao chamado de Wegner devido √† falta de tropas em defesa do Arsenal, no final, ele jogou 11 jogos. [editar] Newcastle United No ver√£o de 2010, ele foi transferido para o Newcastle United Football Club, recentemente promovido √† Premier League. Em 2 de maio, o jogador confirma sua aposentadoria, com mais de 500 jogos disputados na Premier League. Campbell √© internacional com seu time desde 1998, na Copa do Mundo de 1998, disputada na Fran√ßa. Ele tamb√©m esteve na Copa do Mundo de Futebol de 2002, onde seu time caiu nas quartas de final, desta vez contra o Brasil. E para a Copa do Mundo de 2006, eles foram eliminados nas m√£os de Portugal, nos p√™naltis, tamb√©m nas quartas de final. Na Eurocup, ele tamb√©m atuou, apesar de nas duas competi√ß√Ķes, nas de 2000 e 2004, sua equipe ter sido eliminada nas quartas de final. Depois da Copa do Mundo de 2006 na Alemanha, onde ele n√£o foi indicado, at√© agora ele n√£o usava a camisa de novo.

TOP 40:
Giacinto Facchetti (It√°lia).
Giacinto Facchetti (It√°lia).
Giacinto Facchetti (Treviglio, 18 de julho de 1942 - Mil√£o, 4 de setembro de 2006) era um jogador de futebol italiano e, posteriormente, presidente da Inter de Mil√£o, cargo que ocupava no momento de sua morte. Considerado um dos melhores alas da hist√≥ria. Ele come√ßou sua carreira esportiva no atletismo. Esse velocista de defesa tinha um f√≠sico de decatlo de -1,88 me 85 kg - ele percorria os 100 m em menos de 11 segundos. Facchetti iniciou sua carreira em Trevigliese, seu clube de origem, onde atuou como meia e atacante, logo chamou a aten√ß√£o da treinadora do FC Internazionale, Helenio Herrera, que o incorporou em 1960 como ala. Facchetti serviria a partir de ent√£o como um dos melhores alas do mundo. Com a Inter, Facchetti venceu quatro Scudettos, uma Copa da It√°lia e duas Copas Europeias consecutivas, al√©m de duas Copas Intercontinentais consecutivas. Com a sele√ß√£o italiana de futebol, Facchetti fez sua estr√©ia em 1963. Ele jogaria 94 partidas com o Squadra Azzurra, um recorde de participa√ß√£o na √©poca com a equipe italiana que s√≥ seria derrotada mais tarde por Dino Zoff, Paolo Maldini, Fabio Cannavaro, Gianluigi Buffon e Gianluca Zambrotta, tamb√©m usando a bra√ßadeira de capit√£o em 70 jogos. Com a It√°lia, ele jogou as Copas do Mundo de 1966, 1970 e 1974, tamb√©m fazendo parte da equipe italiana que venceu a Copa do Euro de 1968. Ap√≥s sua aposentadoria em 1978, Facchetti ocupou v√°rios cargos na Inter, incluindo diretor t√©cnico ou vice-presidente do clube neroazzurro, em 2004, ele foi eleito presidente da Inter. Ap√≥s uma longa doen√ßa, Facchetti faleceu em setembro de 2006 de c√Ęncer no p√Ęncreas, deixando esposa, Giovanna e quatro filhos. Em sua homenagem, o Inter retirou o n√ļmero 3 da equipe e, em Mil√£o, um local foi renomeado com seu nome, Giacinto Facchetti.

TOP 39:
Paul Breitner (Alemanha).
Paul Breitner (Alemanha).
Paul Breitner √© um ex-jogador de futebol alem√£o, √≠cone da d√©cada de 1970. Ele nasceu em 5 de setembro de 1951 em Kolbermoor, na regi√£o da Baviera. Em 1970, Paul Breitner come√ßou no futebol profissional, especificamente no Bayern de Munique. L√°, ele foi um jogador-chave na conquista de tr√™s ligas, e a primeira Copa da Europa em 1974. Ap√≥s esse per√≠odo no Bayern, no mesmo ano de 1974, depois de ter conquistado a Copa do Mundo na Alemanha, o Breitner √© transferido ao espanhol Real Madrid. E seu tempo no clube de merengue n√£o passou despercebido: duas ligas espanholas estavam se acumulando em seu recorde. Em 1977, ele retornou √† Alemanha, para jogar uma temporada no modesto Eintracht Braunschweig, e em 1978 ele retornou ao Bayern de Munique, onde em 1983 deixaria o futebol profissional. Breitner jogou 2 Copas do Mundo, das quais foi campe√£o em 1974, junto com outros grandes jogadores, como Franz Beckenbauer, Sepp Maier, Gerd M√ľller e outros; em 1978, ele n√£o ingressou no time alem√£o que foi para o segundo turno porque optou por se retirar do Mannschaft. E em 1982 ele voltou, mas foi vice-campe√£o. Breitner marcou dois gols em dois jogos finais diferentes da Copa do Mundo, os de 1974 e 1982. Ele tamb√©m venceu a Euro Cup em 1972. Ele foi internacional 48 vezes e marcou 11 gols.

TOP 38:
Alessandro Costacurta (It√°lia).
Alessandro Costacurta (It√°lia).
Alessandro Costacurta (Jerago con Orago, prov√≠ncia de Varese, It√°lia, 24 de abril de 1966), ex-jogador de futebol italiano. Ele jogou na posi√ß√£o defensiva. Alessandro Costacurta, conhecido por seus f√£s como Billy, iniciou sua carreira no futebol nas divis√Ķes inferiores do Milan, na temporada 1985-86, Costacurta era membro do time rossonero, mas n√£o jogou uma √ļnica partida. O Milan decidiu transferir o jovem Billy para o AC Monza da Serie C, onde jogou como titular durante toda a temporada. Na temporada seguinte, voltou ao Milan, finalmente estreando em outubro de 1987 contra o Hellas Verona. Na temporada 1987-88, o t√©cnico Arrigo Sacchi decidiu que Costacurta era o substituto de Filippo Galli, na temporada em que disputou 7 jogos, um na Copa da It√°lia. A temporada 1988-89 come√ßou com a conquista do Milan da Supercopa da It√°lia contra a Sampdoria. Nesse ano, o Milan venceu a Liga dos Campe√Ķes da UEFA contra o Steaua, de Bucareste. Mas o est√°gio mais importante para Billy Costacurta vir√° na chamada Era Capello, de 1991 a 1996, quando Costacurta formou junto com Paolo Maldini uma das defesas mais eficazes da hist√≥ria. Nesta etapa, Costacurta venceu 4 Scudettos, uma Liga dos Campe√Ķes, uma Supercopa da Europa e 3 Supercopa da It√°lia. Ap√≥s a partida de Fabio Capello, outros treinadores como Alberto Zaccheroni, Fatih Terim e Carlo Ancelotti chegariam. Em 2003, Costacurta seria retirado do clube pela primeira vez desde a d√©cada de 1980 pelo sempre irregular defensor brasileiro Roque J√ļnior. Na temporada 2003-04, Costacurta venceu seu √ļltimo Scudetto com o Milan, o s√©timo em sua extensa carreira esportiva. Em maio de 2007, Costacurta encerrou sua carreira como jogador de futebol jogando seu √ļltimo jogo em San Siro contra a Udinese, onde recebeu aplausos de todo o estande de Tifosi, na √©poca com 41 anos.


TOP 37:
Jaap Stam (Holanda).
Jaap Stam (Holanda).
Ele foi um dos defensores mais eficientes do futebol europeu, devido ao seu f√≠sico impressionante (1,93m e 90kg) e uma condi√ß√£o f√≠sica que o torna um defensor feroz tanto nos clubes que jogou quanto no time holand√™s. Juntou-se a alguns clubes do seu pa√≠s, como FC Zwolle e SC Cambuur, antes de emigrar para o PSV Eindhoven em 1995. Com o clube de Eindhoven, ganhou 1 Eredivisie, 2 Copas da Holanda e 2 Superta√ßas da Holanda. Em 1998, ele foi transferido para o Manchester United FC, por 16,7 milh√Ķes de euros. Em sua primeira campanha, ele fez parte da conquista do trevo do futebol ingl√™s: conquista da Liga Inglesa; a Ta√ßa de Inglaterra e a Liga dos Campe√Ķes da UEFA no mesmo ano. Ele tamb√©m ganhou a Copa Intercontinental. O holand√™s se tornou uma figura no terceiro t√≠tulo consecutivo da liga de Manchester. Ele foi nomeado melhor defesa na Liga dos Campe√Ķes por dois anos consecutivos, em 1999 e 2000. Foi ent√£o vendido √† SS Lazio da It√°lia por 26,8 milh√Ķes de euros. Sua carreira foi interrompida quando ele testou positivo para nandrolona em um teste antidoping. Stam foi suspenso por quatro meses e, ap√≥s essa san√ß√£o, ajudou a equipe a terminar em quarto lugar na Liga Italiana na temporada 2003-2004 e a conquistar uma Copa da It√°lia. Em 2004, foi contratado pelo AC Milan e foi vice-campe√£o na Europa, depois de ter ca√≠do com os rossoneri na final da UEFA Champions League, contra o Liverpool FC. Em julho de 2006, ele se tornou um novo jogador do Ajax Amsterdam, onde o v√≠nculo com o ajacied foi ajustado por duas temporadas. Desde que ele chegou, ele se tornou o capit√£o da equipe. Como tal, ele venceu a Superta√ßa da Holanda e a Copa da Holanda. Em 29 de outubro de 2007, ele anunciou sua aposentadoria aos 35 anos, devido aos ferimentos que carregava h√° algum tempo. Apesar dos problemas do passado na It√°lia, ele √© considerado uma das melhores defesas em seu pa√≠s e no mundo.

TOP 36:
Maicon Douglas Sisenando (Brasil).
Maicon Douglas Sisenando (Brasil).
Maicon Douglas Sisenando (Novo Hamburgo, Brasil, 26 de julho de 1981), conhecido como Maicon, é um jogador de futebol brasileiro que joga pelo Inter de Milão na Série A (Itália). Maicon joga na lateral direita. Ele estreou em 2001 no Cruzeiro EC no Brasil, onde jogou duas temporadas nas quais venceu um campeonato brasileiro e dois campeonatos estaduais. Ele foi chamado em 2003 para jogar pela seleção nacional. Em junho de 2004, ele assinou um contrato com a AS Monaco e em 2006 assinou com a Inter Milan por 5 anos. Para seu crédito como jogador de futebol, ele possui 14 títulos oficiais na (Seleção Nacional Inter Milão-Brasil).

TOP 35:
Marcel Desailly (Gana-França).
Marcel Desailly (Gana-França).
Marcel Odenkey Addy-Desailly (* Accra, 1968 -) √© um ex-jogador de futebol franc√™s, atualmente cidad√£o da Fran√ßa e ex-estrela de sua sele√ß√£o, com quem venceu a Copa do Mundo de 1998 e a Euro 2000. Nascido em 7 Em setembro de 1968, em Accra, Desailly partiu para a Fran√ßa depois que ele foi adotado quando crian√ßa por um diplomata franc√™s. Ele come√ßou sua carreira no FC Nantes para, em 1992, se mudar para o Olympique de Marseille e vencer a Liga dos Campe√Ķes no ano seguinte. Em 1994, enquanto ele estava no Milan, ele novamente venceu a Liga dos Campe√Ķes contra o F√ļtbol Club Barcelona e seu famoso "Dream team", composto por jogadores como Rom√°rio, Hristo Stoichkov, Michael Laudrup, etc., sendo o primeiro jogador a vencer em temporadas consecutivas com clubes diferentes. Embora ele prefira ser uma defesa, ele tamb√©m jogou no meio-campo uma vez. Desailly foi para o clube ingl√™s Chelsea FC, onde jogou no centro at√© o final da temporada 2003-04. Ap√≥s a Euro 2004, ele se aposentou do futebol internacional como l√≠der de todos os tempos em jogos disputados com a Fran√ßa (116). Ele jogou em 2005 para o Al Gharafa do Qatar e o Qatar SC. Desailly √© considerado um dos maiores e mais intransit√°veis jogadores das √ļltimas duas d√©cadas, tendo vencido praticamente todos os grandes torneios.

TOP 34:
José Antonio Camacho (Espanha).
José Antonio Camacho (Espanha).
Jos√© Antonio Camacho Alfaro √© um ex-jogador e treinador de futebol espanhol. Ele nasceu em 8 de junho de 1955 no munic√≠pio murciano de Cieza. Sua carreira como jogador de futebol come√ßou nos p√°tios e ruas de Cieza, pouco a pouco ele estava se bronzeando e se destacando entre os outros. Quando o pequeno Jos√© Antonio tem seis anos, ele se muda com sua fam√≠lia para Albacete. Durante essa etapa, a fam√≠lia pensou em retornar √† sua prov√≠ncia natal e chegou a fazer alguns testes para poder entrar nas categorias inferiores do Real Murcia, mas os t√©cnicos do clube de paprika optaram por outras crian√ßas, alegando que Jos√© Antonio era muito limitado peito. A fam√≠lia no final decidiu ficar na cidade de La Mancha. Suas preocupa√ß√Ķes com o futebol adolescente se cristalizaram aos dezesseis anos, jogando no Atl√©tico Jare√Īo (um time de Villanueva de la Jara, na prov√≠ncia de Cuenca, cidade de sua esposa) e depois no time juvenil de Albacete Balompi√©, onde ocupa o cargo de extrema esquerda. O nome do jovem Jos√© Antonio Camacho come√ßa a soar nos c√≠rculos de futebol do momento e o t√©cnico nacional H√©ctor Rial o reivindica para a sele√ß√£o espanhola. Sua brilhante performance o ajuda a entrar na primeira equipe de Albacete, que na √©poca era a Primeira Regional. A qualidade t√©cnica de Jos√© Antonio Camacho n√£o passa despercebida pelo Real Madrid e Barcelona, que est√£o imediatamente interessados na jovem promessa. No entanto, Camacho se inclina para o time branco e, em mar√ßo de 1973, o Real Madrid o contratou para sua equipe subsidi√°ria, Castilla. Na temporada 1973-74, ele estreou no primeiro time, liderado por Luis Molowny, e rapidamente assumiu uma posi√ß√£o na defesa de Madri. Em janeiro de 1978, ele sofreu uma les√£o grave durante o treinamento, mas ap√≥s duas opera√ß√Ķes e 20 meses de folga, ele conseguiu voltar ao campo de jogo, permanecendo sempre no Real Madrid at√© sua aposentadoria no final da campanha de 1988-89. Como jogador, ele se destacou por suas marca√ß√Ķes de ferro, antecipa√ß√£o e velocidade, mas o que o fez marcar uma √©poca no Real Madrid e na Sele√ß√£o Espanhola foi, sem d√ļvida, seu esp√≠rito de sacrif√≠cio e dedica√ß√£o, seu desejo de vit√≥ria e seu carisma que contribu√≠ram especialmente ao trabalho em equipe. Ele jogou 414 jogos da liga, todos com o Real Madrid, marcou 9 gols e foi expulso apenas uma vez. Ele estreou com a equipe espanhola em 5 de fevereiro de 1975 em uma Espanha-Esc√≥cia (1-1), chegou a vestir a camisa nacional em 81 jogos, uma figura que foi durante muito tempo um recorde absoluto de participa√ß√Ķes, disputando as Copas do Mundo de 1982 e 1986 e as Copas do Euro de 1984 e 1988.

TOP 33:
Juan Pablo Sorín (Argentina).
Juan Pablo Sorín (Argentina).
Juan Pablo Sor√≠n (Buenos Aires, 5 de maio de 1976) √© um ex-jogador de futebol argentino. Ele costumava jogar como lateral esquerdo, mas sua categoria lhe permitia atuar em outras posi√ß√Ķes (meio-campo esquerdo ou duplo 5). √ćdolo indiscut√≠vel em Argentinos Juniors (seu time de estr√©ia), River Plate e Cruzeiro. Come√ßou a jogar nas categorias inferiores de Argentinos Juniors. Ele estreou com o primeiro time em 1994. Argentinos o vendeu e se juntou ao time da Juventus na It√°lia durante a temporada 95-96, onde quase n√£o teve oportunidades de jogar. Em 1996, assinou pelo River Plate, onde venceu tr√™s torneios Apertura (1996, 1997 e 1999), um Clausura (1997), uma Copa Libertadores da Am√©rica em 1996 e uma Super Copa da Am√©rica do Sul em 1997. Em 2000, assinou pelo Cruzeiro de Brasil. Com esse time, jogou tr√™s temporadas vencendo uma Copa do Brasil (2000), duas Copa Sul-Minas (2001 e 2002) e o Super Campeonato Mineiro (2002). Depois de uma temporada e meia no Lazio, foi adquirido pelo FC Barcelona no mercado de inverno. Com esse time, ele estreou na Primeira Divis√£o Espanhola em 9 de fevereiro de 2003 no jogo FC Barcelona 2: 2 Athletic. No ver√£o de 2003, ele foi emprestado ao Paris Saint-Germain, time com o qual ganhou uma Copa da Fran√ßa. Em 2004, voltou ao Cruzeiro para assinar mais tarde com o Villarreal. Em 2006, ele √© contratado pelo Hamburger SV da Alemanha. Em 2008, voltou ao Brasil e Cruzeiro novamente, vencendo um campeonato Mineiro (2009). Em 2009, sua filha Elisabetta nasceu em Belo Horizonte. Sor√≠n escreveu um livro, Grandes Chicos, para arrecadar fundos para construir uma escola e um hospital infantil em seu pa√≠s.


TOP 32:
Patrice Evra (Senegal-França).
Patrice Evra (Senegal-França).
Patrice Latyr √Čvra (Dakar, Senegal, 15 de maio de 1981) √© um jogador de futebol internacional franco-senegal√™s. Ele joga na defesa esquerda e seu time atual √© o Manchester United Football Club da Premier League inglesa. Filho de um diplomata, ele logo chegou √† Europa atrav√©s de Bruxelas, onde seu pai foi enviado quando ele era muito jovem. Ele foi criado em Les Ulis, departamento de Essonne, na Fran√ßa, onde viveu de 1984 a 1998, antes de aproveitar sua primeira oportunidade de lev√°-lo a Marsala, na It√°lia. Nestes anos, ele estava notavelmente relacionado com Thierry Henry. Eles se consideram amigos de inf√Ęncia. √Čvra come√ßou sua carreira na equipe juvenil de Paris Saint-Germain antes de se mudar para o SC Marsala 1912, uma equipe da S√©rie C da It√°lia, onde come√ßou a se destacar e foi apelidado de La Gacela Negra. Ele foi para Monza na Serie B para a pr√≥xima temporada. Ele foi transferido para o OGC Nice e depois para o AS Monaco em 2002. No AS Monaco, √Čvra fazia parte do time que foi coroado campe√£o da Copa da Liga Francesa e chegou √† final da UEFA Champions League em 2004. Manchester A United √Čvra assinou um contrato para o Manchester United em 10 de janeiro de 2006 por cerca de ¬£ 5,5 milh√Ķes e por 3 anos e meio da AS Monaco; logo ap√≥s a aquisi√ß√£o da Nemanja Vidińá. Ele estreou no dia 14 de janeiro com uma derrota por 3-1 contra o Manchester City na Premier League inglesa. Ele fez sua primeira apresenta√ß√£o em Old Trafford contra o Liverpool com uma vit√≥ria de 1 por 0. √Čvra lutou para se adaptar ao estilo ingl√™s, mas mostrou sua grande performance na temporada 2006-07. Em 29 de novembro de 2006, ele marcou seu primeiro gol contra o Everton. Recuperado de uma les√£o, ele voltou ao campo de jogo em 10 de abril de 2007, no famoso jogo da Liga dos Campe√Ķes contra o AS Roma, onde colaborou na final por 7-1. Dizem que √Čvra foi essencial para conquistar o t√≠tulo da temporada. Patrice √Čvra conquistou uma vaga na equipe do ano da PFA. Desde que ingressou na equipe de Old Trafford, ele se estabeleceu como titular indiscut√≠vel no lado esquerdo, deslocando o argentino Gabriel Heinze para o banco.

TOP 31:
Bobby Moore (Inglaterra).
Bobby Moore (Inglaterra).
Robert Frederick Chelsea "Bobby" Moore, OBE (12 de abril de 1941 - 24 de fevereiro de 1993) era um jogador de futebol ingl√™s altamente qualificado, considerado um dos melhores defensores da hist√≥ria, capit√£o do West Ham United por cerca de 10 anos e foi capit√£o da sele√ß√£o nacional de futebol da Inglaterra na Copa do Mundo de 1966, realizada naquele pa√≠s. Ele nasceu em Barking, um sub√ļrbio de Londres do Reino Unido. Moore, o melhor zagueiro da hist√≥ria da Inglaterra, parecia n√£o ter o ritmo e o f√≠sico necess√°rios para ser um bom zagueiro central; ele n√£o era poderoso, apesar de seu tamanho; Leve e √°gil, tinha uma √≥tima localiza√ß√£o e vis√£o para o jogo e estava sempre um passo √† frente dos atacantes advers√°rios. Suas entradas eram limpas e ele raramente era advertido. Moore foi o capit√£o da Inglaterra em 90 jogos (um recorde compartilhado com Billy Wright), inclusive na vit√≥ria na Copa do Mundo de 1966. Ele passou a maior parte de sua carreira no West Ham at√© os 32 anos em Fulham. FC (juntamente com George Best) e, eventualmente, viajou para os Estados Unidos para jogar pelo Seattle Sounders e San Antonio Thunder. Sua amizade com Pel√© foi consolidada em 1970, quando os dois homens travaram uma luta √©pica pela supremacia da Inglaterra na Copa do Mundo contra o Brasil. Pel√© declarou que Moore foi o melhor zagueiro com quem j√° jogou. Ele faleceu aos 51 anos de idade depois de sofrer de c√Ęncer de c√≥lon. Moore era conhecido como "chirimoore", j√° que seus amigos o chamavam de "chiri" por causa do barulho que ele fazia.

TOP 30:
Walter Samuel (Argentina).
Walter Samuel (Argentina).
Walter Adrián Samuel (23 de março de 1978, Laborde, Córdoba) é um jogador de futebol argentino. Ele nasceu e viveu por muitos anos com o sobrenome de sua mãe Luján, até que o marido lhe deu o sobrenome Samuel. Em tenra idade, ele foi morar em Firmat. Ele trabalha como zagueiro e começou a jogar futebol no Club Atlético Argentino de Firmat. Sua estréia profissional foi no Old Boys do Club Atlético Newell.

TOP 29:
Ashley Cole (Inglaterra).
Ashley Cole (Inglaterra).
Ashley Donovan Cole (Londres, Inglaterra, 20 de dezembro de 1980) √© um jogador de futebol ingl√™s de ascend√™ncia barbadense. Ele joga na defesa e seu time atual √© o Chelsea FC. Arsenal Cole juntou-se ao Arsenal FC quando era jovem. Em 30 de novembro de 1999, ele estreou na Worthingon Cup contra o Middlesbrough. Em 14 de maio, ele estreou na Premier League inglesa contra o Newcastle United. Quando Sylvinho se machucou, Cole se tornou parte integrante da equipe. Com o Arsenal, ele ganhou a Premier League em 2002 e 2004 e a FA Cup em 2002, 2003 e 2005. No entanto, em 2005, Cole entrou em contato com o Chelsea FC sem a permiss√£o do Arsenal. Cole foi multado em ¬£ 100.000 pela Premier League em 2 de junho de 2005, mas pagou apenas ¬£ 75.000. Em julho de 2005, ele prorrogou seu contrato por mais um ano com o Arsenal. Em 2006, ele deixou o Arsenal pelo Chelsea. [editar] Chelsea Cole est√° vestindo uma camisa n√ļmero tr√™s. Ele estreou contra o Charlton Athletic em 9 de setembro. Ele emitiu uma declara√ß√£o sobre o Arsenal. No entanto, os torcedores do Arsenal n√£o gostaram das circunst√Ęncias em que Cole deixou o time e reagiram chamando-o de 'Cashley'. Em 31 de janeiro de 2007, Cole sofreu uma grave les√£o na perna na vit√≥ria de sua equipe por 3 a 0 sobre o Blackburn Rovers. Cole marcou seu primeiro gol para este time em uma partida contra o West Ham em 1 de mar√ßo de 2008. Em 2 de setembro de 2009, ele renovou o contrato por quatro anos.

TOP 28:
Nemanja Vidińá (S√©rvia).
Nemanja Vidińá (S√©rvia).
Nemanja Vidińá (s√©rvio: –Ě–Ķ–ľ–į—ö–į –í–ł–ī–ł—õ; UŇĺice, 21 de outubro de 1981) √© um jogador de futebol s√©rvio. Ele joga na defesa e seu time atual √© o Manchester United da Liga Inglesa Premier. Nemanja Vidińá iniciou sua carreira profissional no Red Star em Belgrado. Antes de completar 15 anos, ele assinou sua participa√ß√£o nas ligas juvenis com o clube. Em 2000, ele conseguiu entrar nas ligas profissionais, sendo emprestado ao clube Spartak Subotica da terceira divis√£o s√©rvia. No final de sua miss√£o em 2001, ele retornou ao Estrela Vermelha de Belgrado, onde finalmente jogou pelo clube da liga profissional, participando da primeira divis√£o Meridijan Superliga. Na temporada 2001-02, ele venceu a Copa da Iugosl√°via com sua equipe, que mais tarde lhe valeu o direito de usar a bra√ßadeira de capit√£o do clube. Durante seus tr√™s anos como capit√£o do Red Star, ele marcou 12 gols em 67 jogos disputados, levando o clube a dobrar no final da temporada 2003-04. Os campeonatos nacionais vencidos foram a Super Liga e a Copa da S√©rvia e Montenegro. Em julho de 2004, ele ingressou no FC Spartak Moscow da Russian Premier League atrav√©s de uma transfer√™ncia que foi classificada como a transfer√™ncia mais cara da hist√≥ria da Russian Premier League.1 Depois de jogar duas temporadas no clube de Moscou Em 5 de janeiro de 2006, Vidińá assinou seu contrato com o Manchester United da FA Premier League, atrav√©s de uma transfer√™ncia de aproximadamente ¬£ 7 milh√Ķes.2 Em sua primeira temporada, ele ganhou sua primeira medalha quando o Manchester United foi colocado como o Campe√£o da FA Premier League em 2006-2007. Na temporada 2007-2008, ele ganhou sua segunda medalha na Premier League, enquanto Manchester foi coroado vencedor da Liga dos Campe√Ķes pela terceira vez. Desde a temporada 2010-2011, ele √© o capit√£o do Manchester United. Em 25 de outubro de 2011, ele anunciou sua aposentadoria da sele√ß√£o da S√©rvia. Em 8 de dezembro de 2011, em uma partida contra o FC Basel na Liga dos Campe√Ķes, Vidic sofreu um ligamento cruzado no joelho e, como conseq√ľ√™ncia, estar√° fora dos campos de jogo pelo resto da temporada 2011/2012.


TOP 27:
Laurent Blanc (França).
Laurent Blanc (França).
Laurent Robert Blanc (nascido em 19 de novembro de 1965 em Al√®s, Fran√ßa), ex-jogador de futebol franc√™s e atualmente treinador da Fran√ßa. In√≠cio: Laurent Blanc come√ßou sua carreira como jogador profissional em Montpellier, assinando seu primeiro contrato como profissional em 1983, um jogador muito t√©cnico, que poderia atuar como ala, extremo ou at√© extremo. Ajudou sua equipe a avan√ßar para a Ligue 1 em 1987. Com Montpellier, Blanc venceu a Coupe de France em 1990, marcando um gol na final. Passagem pela It√°lia: em 1991, Blanc tentou sua primeira experi√™ncia no exterior assinando pelo SSC Napoles del Calcio, que jogou na S√©rie A italiana, apesar de ter marcado 6 gols, Blanc n√£o se acostumou √† sua nova equipe e, depois de apenas uma temporada, ele voltou para a Fran√ßa. N√ģmes, Saint-√Čtienne e Auxerre: Ao retornar √† Fran√ßa, ele assinou pelo N√ģmes Olympique, onde jogou na temporada 1992-93, depois assinou pelo AS Saint-√Čtienne, onde foi confirmado como um dos melhores alas do mundo, com Saint-√Čtienne, o clube estava prestes a cair, at√© Guy Roux, treinador do Auxerre, convenc√™-lo a assinar pelo clube, pois precisava de um substituto para o holand√™s Frank Verlaat, em Auxerre. Blanc sofreu v√°rios ferimentos que o fizeram pesado. Em dire√ß√£o √† elite, Barcelona: Blanc come√ßou a atrair a aten√ß√£o dos grandes clubes europeus e, por fim, acabou contratando o FC Barcelona, treinado por Bobby Robson, em uma temporada de sucesso. Blanc conseguiu vencer a Supercopa da Espanha contra o Bar√ßa Atl√©tico de Madrid, uma Copa dos Campe√Ķes da Europa contra o Paris Saint Germain e uma Copa del Rey contra o Real Betis Balompi√©. Seus frequentes ferimentos o impediram de se estabelecer na equipe titular do Barcelona. Depois de um ano no Bar√ßa, Blanc decidiu deixar o clube pensando em garantir sua participa√ß√£o na Copa do Mundo de Futebol de 1998 na Fran√ßa. O presidente: Rolland Courbis, gerente do Olympique de Marseille, convenceu Blanc a ingressar no clube de Marselha. Blanc rapidamente se tornou o l√≠der da equipe, marcando 11 gols e conquistando o apelido de Le Pr√©sident (o presidente), depois de duas temporadas no clube. OM, Blanc assinou para outro grande na Europa, o italiano Internazionale. Em sua √ļnica temporada no clube neroazzurri, Blanc conquistou o t√≠tulo de Inter Jogador do Ano em 2000. Manchester United: O t√©cnico do Manchester United, Alex Ferguson, acompanha o Blanc desde 1996 e, eventualmente, assinou contrato com o clube. Em 2001, onde seu compatriota e grande amigo Fabien Barthez j√° jogava, teve a √°rdua tarefa de substituir Jaap Stam quando ele tinha quase 35 anos de idade, ele foi amplamente criticado em seus primeiros meses em Old Trafford, devido ao grande n√ļmero de derrotas do clube, depois de vencer a Premier League na temporada 2002-03, onde fez um √≥timo desempenho, Blanc decidiu se aposentar ap√≥s duas temporadas em Manchester.

TOP 26:
Gianluca Zambrotta (It√°lia).
Gianluca Zambrotta (It√°lia).
Gianluca Zambrotta (Como, Prov√≠ncia de Como, It√°lia, 19 de fevereiro de 1977) √© um jogador de futebol italiano, joga na posi√ß√£o defensiva e atualmente n√£o tem clube ap√≥s terminar uma carreira de sucesso no Milan. Zambrotta estreou aos 18 anos no clube de sua cidade natal, Calcio Como, jogando na S√©rie B em 1994. Come√ßou a jogar regularmente para o time depois do rebaixamento para a S√©rie C1, que ajudou o AS Bari observe-o. Ele assinou contrato com o Bari em 1997, fazendo sua estr√©ia na S√©rie A. Desde o primeiro momento, ele conquistou o t√≠tulo em um time que jogou como rec√©m-promovido, o que o tornou regular nas convoca√ß√Ķes da equipe italiana de sub-21. No final da temporada 1998-99, ele assinou com a Juventus, onde se tornou conhecido internacionalmente. Na temporada 2001-02, ele venceu sua primeira liga italiana, que foi capaz de revalidar na temporada seguinte, embora naquele ano tenha sofrido uma derrota na final da Liga dos Campe√Ķes da UEFA de 2002-03, perdida na disputa de p√™naltis contra o AC Milan. Ap√≥s a controv√©rsia sobre a descida de seu clube, Zambrotta deixou Turim para o FC Barcelona. Ap√≥s o acordo com o clube catal√£o, ele se tornou seu novo lateral direito. Curiosamente, ele recebeu o n√ļmero 11, um n√ļmero incomum para um defensor. Depois de duas temporadas bastante ruins em termos de t√≠tulos no FC Barcelona, ele finalmente retornou √† It√°lia. Em 31 de maio, o AC Milan confirmou sua contrata√ß√£o, sendo esta a segunda contrata√ß√£o da temporada 2008-09 para os Rossoneros ap√≥s a contrata√ß√£o de Mathieu Flamini.

TOP 25:
L√ļcio (Brasil).
L√ļcio (Brasil).
Lucimar da Silva Ferreira, "L√ļcio" (Bras√≠lia, 8 de maio de 1978), jogador de futebol brasileiro e jogador da Inter de Mil√£o. Embora considerado um dos melhores defensores do mundo, a capacidade ofensiva de L√ļcio acrescenta uma dimens√£o adicional ao potencial de ataque de qualquer equipe. √Č uma central muito completa, com muito poder e um efeito surpreendente. Com sua equipe nacional, ele participou das Olimp√≠adas de Sydney 2000, da Copa do Mundo de 2002, 2006 e 2010. A Copa do Mundo de 2002 foi, juntamente com seus compatriotas Marcos e Caf√ļ, um dos tr√™s jogadores para jogar os 630 minutos do torneio. Na Copa do Mundo de 2006, Lucio bateu o recorde do paraguaio Carlos Gamarra sem falta na final da Copa do Mundo, ap√≥s 23 minutos da partida das quartas de final contra a Fran√ßa. Apenas tr√™s minutos depois, aos 26 anos, Lucio cometeu uma falta sobre Zinedine Zidane, fazendo seu recorde de 386 minutos. No n√≠vel do clube, L√ļcio foi o autor do gol do Bayer Leverkusen na final da Liga dos Campe√Ķes de 2002, que perdeu para o Real Madrid. Em 2009, na Copa das Confedera√ß√Ķes da √Āfrica do Sul, ele marcou o final de 3 a 2 contra os Estados Unidos, dando ao Brasil esse t√≠tulo, ele foi escolhido jogador da partida por ele. L√ļcio figura no elenco ideal da Copa das Confedera√ß√Ķes como centro direito, ao lado de outros zagueiros como Maicon, Puyol e Joan Capdevila. Em 21 de julho, ele assina oficialmente a Inter de Mil√£o. A Inter pagou oito milh√Ķes de euros pelo jogador brasileiro.

TOP 24:
Oscar Ruggeri (Argentina).
Oscar Ruggeri (Argentina).
Oscar Alfredo Ruggeri Runzal (Corral de Bustos, prov√≠ncia de C√≥rdoba, Argentina, 26 de janeiro de 1962) √© um ex-jogador de futebol argentino, diretor t√©cnico e treinador apelidado de "El Cabez√≥n". Ele foi campe√£o e sub-campe√£o do mundo com sua sele√ß√£o em (1986, 1990), respectivamente. Ele √© considerado por v√°rias organiza√ß√Ķes esportivas como um dos melhores defensores da hist√≥ria do futebol argentino e mundial.

TOP 23:
Lilian Thuram (França).
Lilian Thuram (França).
Ruddy Lilian Thuram-Ulian (Pointe-√†-Pitre, Guadalupe, 1 de janeiro de 1972) √© um ex-jogador de futebol franc√™s. Ele jogou defesa central e, originalmente, defesa lateral. AS Monaco Emigrou do Caribe para Paris aos nove anos de idade e logo desenvolveu sua atividade futebol√≠stica em clubes locais. No in√≠cio, ele jogou como atacante. Aos 20 anos, ele foi para o sul da Fran√ßa para iniciar seriamente sua carreira profissional nas fileiras de M√īnaco, que ele chegou em 1991 e onde se tornou um lateral direito. Sua estr√©ia na Primeira Divis√£o ocorreu em 22 de maio de 1991 no Toulon 1-1 Monaco. Em M√īnaco, ele foi proclamado campe√£o da liga em 1996 e duas vezes campe√£o da Copa da Fran√ßa em 1994 e 1996. [editar] Parma FC Em 1996, ele pisou em solo italiano e assinou pelo Parma FC, um clube que, juntamente com outros jogadores de renome como Fabio Cannavaro, Gianluigi Buffon, Hern√°n Crespo e outros, conquistou a Copa da It√°lia e a Copa da UEFA em 1999. Com Parma, ele jogou 163 jogos em 5 temporadas, fez uma espetacular temporada 2000-01, ent√£o Ele foi transferido para a poderosa Juventus no ver√£o de 2001 com seu parceiro Gianluigi Buffon por 20 milh√Ķes de euros. [editar] Juventus FC Em 2001, ele ingressou no clube Biancon com Buffon. Durante seu tempo no clube de Turim, Thuram formou uma das defesas mais poderosas e eficazes da Europa, junto com outros jogadores como Ciro Ferrara, Gianluca Zambrotta, Paolo Montero, Gianluca Pessotto, Igor Tudor, Alessandro Birindelli ou Fabio Cannavaro. Com a Juventus, Thuram venceu dois Scudettos, chegando tamb√©m √† final da UEFA Champions League na temporada 2002-03, onde o clube de Turim foi derrotado por outra equipe italiana, o Milan. Mas o id√≠lio com a Juventus terminou quando o clube desceu √† Serie B italiana no ver√£o de 2006; portanto, alguns "pesos pesados" a abandonaram, como Zambrotta, Zlatan Ibrahimovic ou o pr√≥prio Thuram. [editar] FC Barcelona Em 2006, ele assinou pelo FC Barcelona, junto com seu amigo e parceiro Gianluca Zambrotta. N√£o foi apresentado oficialmente e recebeu o n√ļmero 21. Com o Bar√ßa, ele conseguiu vencer a Superta√ßa da Espanha em 2006. Thuram atuou nas duas temporadas em que jogou pelo FC Barcelona irregular e marcado com les√Ķes. Ele jogou seu √ļltimo jogo como Blaugrana em 17 de maio de 2008, no est√°dio La Condomina contra o Real Murcia, onde seu time venceu por 5 gols a 3, deixando o titular e jogando 70 minutos, sendo substitu√≠do no 25¬ļ minuto do jogo. segunda parte do esquadr√£o Fali. [editar] Aposentadoria prematura Embora alguns rumores apontem para sua aposentadoria ap√≥s a conclus√£o de seu contrato com o FC Barcelona, Thuram estava prestes a assinar pelo franc√™s Paris Saint-Germain no ver√£o de 2008, depois de jogar com sua equipe a Ta√ßa da Euro da √Āustria e Su√≠√ßa, mas a detec√ß√£o de uma malforma√ß√£o card√≠aca durante o exame m√©dico paralisou sua transfer√™ncia. Finalmente, em 1¬ļ de agosto de 2008, ele decidiu se aposentar do futebol profissional como conseq√ľ√™ncia dessa malforma√ß√£o. Ele queria jogar seus √ļltimos anos no Paris Saint Germain, mas devido a essa defici√™ncia, ele encerra sua espetacular carreira profissional como jogador do FC Barcelona. Estreou na Sele√ß√£o de futebol da Fran√ßa o 22 de maio de 1994 ante a Rep√ļblica Tcheca. Ele foi internacional nas Copas do Mundo de 1998, 2002 e 2006. √Č o jogador que mais jogou com a equipe francesa na hist√≥ria, marcando dois gols. Como curiosidade, note-se que seus √ļnicos dois gols foram marcados na mesma partida; Foi na semifinal da Copa do Mundo de 1998, que serviu para a Fran√ßa derrotar a Cro√°cia por 2 a 1 e chegar √† final, que venceria mais tarde contra o Brasil.


TOP 22:
Roberto Ayala (Argentina).
Roberto Ayala (Argentina).
Roberto Fabi√°n Ayala (Paran√°, Prov√≠ncia de Entre R√≠os, Argentina, 14 de abril de 1973) √© um ex-jogador de futebol argentino. Ele jogou na defesa central e se aposentou da atividade profissional em dezembro de 2010. Atualmente, trabalha como coordenador geral de futebol do Racing Club. Jogou desde tenra idade nas categorias mais baixas de Ferro Carril Oeste at√© 1992, ano em que se tornou parte da primeira equipe. Ele estreou na Primeira Divis√£o Argentina em 23 de fevereiro de 1992 na vit√≥ria de Ferro por 2: 1 sobre o Belgrano. Em 1994, assinou pelo River Plate, com o qual venceu o Torneio Apertura no mesmo ano. Em 1995, ele foi transferido para Napoli. Com esse time, ele estreou na Serie A italiana em 27 de agosto de 1995, no empate com o Bari 1: 1. Em 1998, ele assinou pelo Milan a equipe com a qual foi proclamado campe√£o da Liga Italiana em sua primeira temporada. Em 2000, o Valencia CF assumiu seus servi√ßos por 3 milh√Ķes de euros. Com esse time, ele estreou na Liga Espanhola em 24 de setembro de 2000 √†s 3: 0 contra o Numancia. Em sua carreira como jogador de futebol do Valencia, ele chegou √† final da Liga dos Campe√Ķes de 2001, perdendo-a por defini√ß√£o nos p√™naltis contra o time alem√£o do Bayern de Munique. No ano seguinte, a equipe conquistou a Liga Espanhola (temporada 01-02). Na temporada 03-04, eles venceram a Liga e a Copa da UEFA novamente (depois de 41 anos). Na temporada 04-05, as les√Ķes mantiveram Ayala fora da maior parte da Liga, desde a vit√≥ria contra o Porto na Superta√ßa Europeia (2004), na Superta√ßa da Espanha, na Liga dos Campe√Ķes e na Copa da UEFA. As suas aus√™ncias n√£o ajudaram o Valencia no mau desempenho da temporada. Em fevereiro de 2007, Ayala assinou um contrato com o Villarreal. Mas em 14 de julho de 2007, o Real Zaragoza pagou a cl√°usula de rescis√£o do jogador (6 milh√Ķes de euros) para usar essa camisa de julho de 2007 a junho de 2010, sem ter jogado com o Villarreal. Nesse mesmo ano, o zagueiro argentino decide renunciar ao time de seu pa√≠s depois de perder a final da Copa Am√©rica, deixando para tr√°s sua capitania e uma grande hist√≥ria. Em seu primeiro ano no Real Zaragoza, ele passou para a Segunda Divis√£o do futebol espanhol, para a temporada seguinte, sendo uma das pe√ßas fundamentais do esquema do t√©cnico Marcelino Garc√≠a Toral, atingindo 3 gols. Em 22 de janeiro de 2010, sua separa√ß√£o do Real Zaragoza tornou-se oficial mediante a rescis√£o de seu contrato, que terminou em junho do mesmo ano. Em 30 de janeiro de 2010, sua assinatura no Racing Club foi confirmada. L√°, Ayala joga apenas alguns jogos como titular, at√© 30 de dezembro de 2010, quando anuncia sua aposentadoria da atividade profissional.

TOP 21:
√Čric Abidal (Fran√ßa).
√Čric Abidal (Fran√ßa).
√Čric Sylvain Bilal Abidal (Lyon, Fran√ßa, 11 de setembro de 1979) √© um jogador de futebol franc√™s (descendente da Martinica) que joga na lateral esquerda, embora possa se adaptar √† posi√ß√£o central. Atualmente, ele √© membro da Liga Espanhola de Futebol Clube Barcelona.

TOP 20:
Daniel Passarella (Argentina).
Daniel Passarella (Argentina).
Daniel Alberto Passarella (Chacabuco, Argentina; 25 de maio de 1953) √© ex-jogador, ex-t√©cnico e atual presidente do Club Atl√©tico River Plate na Argentina. Ele tamb√©m √© a quinta pessoa do mundo a ser jogador, diretor t√©cnico e presidente de um clube, os outros casos s√£o Carlos Babington, Eduardo Pimentel, Santiago Bernabeu e Franz Beckenbauer. Iniciou sua carreira no Club Atl√©tico Sarmiento de Jun√≠n e continuou sua carreira em clubes como River Plate, Fiorentina e Inter. Ele √© considerado pela FIFA como um dos melhores defensores sul-americanos de todos os tempos. Ele se caracterizou por uma grande personalidade e temperamento, bem como pelo grande n√ļmero de gols que converteu, a ponto de se tornar o segundo zagueiro com maior pontua√ß√£o na hist√≥ria dos torneios da primeira divis√£o do mundo, com 134 gols em 451 partidas oficiais , atr√°s do holand√™s Ronald Koeman, de acordo com o IFFHS. Passarella tem a particularidade de ser o √ļnico jogador argentino a estar entre os dois campe√Ķes argentinos do mundo (1978 e 1986); Ele se lembra dele dizendo: "Na Argentina existem 44 medalhas de campe√£o mundial para 43 jogadores". Em 26 de junho de 2011, como presidente do River Plate, o clube descendia da Primeira Divis√£o do futebol profissional argentino, sendo relegado √† segunda divis√£o pela primeira vez em seus 110 anos de hist√≥ria.

TOP 19:
Rio Ferdinand (Inglaterra).
Rio Ferdinand (Inglaterra).
Rio Gavin Harris Ferdinand (Londres, Inglaterra, 7 de novembro de 1978), mais conhecido como Rio Ferdinand, √© um jogador de futebol ingl√™s que joga na defesa central do Manchester United. Sua crescente carreira levou-o a estrear com a equipe inglesa no 19 anos, quando enfrentou a sele√ß√£o nacional dos Camar√Ķes em 1997. Participou de tr√™s Copas do Mundo (Fran√ßa 98, Cor√©ia-Jap√£o 2002 e Alemanha 2006). Ele nunca jogou uma Copa do Euro, em 2004, devido a uma san√ß√£o por n√£o ter um teste antidoping e em 2008, porque na Inglaterra ele n√£o se classificou. Ao longo de sua carreira, ele ganhou 4 campeonatos da Premier League, 2 Copas Carling, 3 FA Community Shields, uma Copa dos Campe√Ķes da UEFA e uma Copa do Mundo de Clubes da FIFA. Rio √© irm√£o do zagueiro do Queens Park Rangers Anton Ferdinand e primo do ex-jogador de futebol do Newcastle United FC Tottenham Hotspur FC e do ingl√™s Les Ferdinand. Fora dos esportes, ele j√° apresentou um programa de televis√£o, produtor de cinema e editor de revista.

TOP 18:
Gerard Piqué (Espanha).
Gerard Piqué (Espanha).
Gerard Piqu√© Bernab√©u (2 de fevereiro de 1987 em Barcelona, Espanha), conhecido simplesmente como Piqu√©, √© um jogador de futebol espanhol que atua como zagueiro do FC Barcelona. Em apenas 2 anos neste clube, ele se tornou um dos melhores defensores do mundo. Ele √© um dos quatro jogadores, juntamente com Marcel Desailly, Paulo Sousa e Samuel Eto'o, que venceram a Liga dos Campe√Ķes da UEFA por dois anos consecutivos com duas equipes diferentes. Caracteriza-se por sua corpul√™ncia, excelente posicionamento no campo de jogo, sendo quase intransit√°vel no one-on-one e sua alta qualidade quando se trata de fazer a bola ser jogada por tr√°s. Esta qualidade com a bola faz dele um zagueiro bastante marcante.


TOP 17:
John Terry (Inglaterra).
John Terry (Inglaterra).
John George Terry, mais conhecido como John Terry (Londres, Inglaterra, Reino Unido, 7 de dezembro de 1980), √© um jogador de futebol brit√Ęnico. Ele √© zagueiro central e atualmente joga pelo Chelsea FC na Premier League inglesa. Ele √© o atual capit√£o da equipe de futebol da Inglaterra. Terry foi eleito a melhor defesa da Liga dos Campe√Ķes da UEFA em 2005, 2008 e 2009, al√©m de ser o vencedor do pr√™mio de Jogador do Ano da PFA em 2005. Ele tamb√©m foi inclu√≠do na Equipe do Ano da FIFpro por 5 anos consecutivos, de 2005 a 2009. Ele tamb√©m foi inclu√≠do no Star Team da Copa do Mundo de Futebol de 2006, sendo o √ļnico jogador ingl√™s a ser inclu√≠do. Em 2007, Terry se tornou o primeiro capit√£o a conquistar o trof√©u da FA Cup no novo est√°dio de Wembley, quando o Chelsea derrotou o Manchester United por 1 x 0 na final. Ele tamb√©m √© o primeiro jogador ingl√™s a marcar um gol naquele est√°dio, quando a Inglaterra empatou em 1 x 1 com o Brasil. No entanto, Terry e Chelsea foram vice-campe√Ķes em tr√™s das quatro competi√ß√Ķes em que participaram na temporada 2007-08, perdendo a final da Copa da Liga de Futebol por 2-1 para o Tottenham Hotspur e perdendo a Premier League e a Liga de Campe√Ķes contra o Manchester United. Na final da Liga dos Campe√Ķes da temporada 2007-08, Chelsea FC e Manchester United empataram 1-1 em 90 minutos, ent√£o o jogo durou at√© a disputa de p√™naltis, onde Terry errou o p√™nalti isso daria ao Chelsea o t√≠tulo. Depois dessa final, o companheiro de equipe Frank Lampard o descreveu como "um homem e tanto". Junto com Frank Lampard, Didier Drogba, Petr ńĆech e Michael Essien, Terry √© considerado uma pedra angular da espinha dorsal da equipe. Ele ganhou 11 trof√©us como capit√£o do Chelsea, fazendo dele o jogador com mais pr√™mios na hist√≥ria do clube. Sendo um produto da academia de jovens do Chelsea, √© especialmente popular entre os f√£s.

TOP 16:
Marcelo Vieira (Brasil).
Marcelo Vieira (Brasil).
Marcelo Vieira Silva J√ļnior, conhecido como Marcelo (Rio de Janeiro, Brasil, 12 de maio de 1988) √© um jogador de futebol brasileiro. Ele joga no lado esquerdo, embora tamb√©m jogue como um interior ou um final. Seu primeiro time foi o Fluminense, assinando pelo Real Madrid em 15 de novembro de 2006. Ele estreou no Real Madrid no in√≠cio de 2007. No final de 2006, assinou pelo Real Madrid, vindo do Fluminense brasileiro, onde jogou 30 jogos. Sua incorpora√ß√£o ocorreu no mercado de inverno, ap√≥s um desembolso de 6 milh√Ķes de euros. Ele estreou com sua nova equipe em uma partida da liga contra o Deportivo da Corunha, substituindo Michel Salgado. No entanto, uma les√£o o impediu de terminar a partida. Em 14 de abril de 2007, totalmente recuperado, ele jogou seu primeiro jogo completo como titular. Na temporada 2007/2008, a partida de Roberto Carlos para o Fenerbahce, o retorno de Heinze √† posi√ß√£o central canhoto e as discrep√Ęncias de Drenthe com o t√©cnico do Real Madrid permitem que ele jogue de forma mais cont√≠nua. J√° na temporada 2008/2009, e com a chegada de Juande Ramos no banco de Madri ap√≥s a demiss√£o de Bernd Schuster, Marcelo viu sua posi√ß√£o habitual em campo. Assim, o jogador come√ßa a jogar de dentro e de extrema esquerda. Sua proximidade com a √°rea rival permitiu-lhe marcar, seu primeiro gol como jogador do Real Madrid no El Molin√≥n, em 15 de fevereiro de 2009. Naquela temporada, ele alcan√ßaria mais tr√™s gols. Na temporada 2009/2010, com a chegada de Manuel Pellegrini, o jogador recuperou inicialmente sua posi√ß√£o habitual no lado esquerdo. No entanto, o treinador rapidamente preferiu avan√ßar sua localiza√ß√£o em campo, liberando-o de suas obriga√ß√Ķes defensivas. O jogador encerra a temporada com 9 assist√™ncias e 4 gols marcados. Na temporada 2010/2011, a chegada de Jos√© Mourinho no banco branco para substituir Manuel Pellegrini faz com que Marcelo toque novamente na ala esquerda, podendo atuar como laneman cobrindo toda a banda com seu jogo. Com a sa√≠da de Mahamadou Diarra em janeiro de 2011, ele se tornou o terceiro capit√£o do Real Madrid, depois de Iker Casillas e Sergio Ramos. Hoje ele √© considerado um dos melhores alas do mundo, estando presente nos onze ideais da Liga dos Campe√Ķes 2010/2011. Em 26 de julho de 2011, ele obteve a nacionalidade espanhola. Nomeado em 2012 como um dos melhores laterais esquerdos do mundo.

TOP 15:

Daniel Alves (Brasil).

Daniel Alves (Brasil).
Daniel Alves da Silva, mais conhecido como Dani Alves (Juazeiro, Bahia, Brasil, 6 de maio de 1983), √© um jogador de futebol brasileiro. Ele joga na lateral direita e seu clube atual √© o Futbol Club Barcelona da Primeira Divis√£o Espanhola. √Č considerado o melhor Lateral do Mundo. Dani Alves estreou profissionalmente em 2001 no Esporte Clube Bahia e, um ano depois, ingressou no Sevilla F√ļtbol Club, que pagou 500.000 euros por ele. Apesar de jogar como zagueiro, ele √© um jogador de car√°ter ofensivo marcado e √†s vezes atua como lateral-direito, zagueiro e at√© atacante, al√©m de ser um livre, mas at√© jogou como meio-campista e at√© atacante em uma partida. que enfrentou Sevilha e Zenit de S√£o Petersburgo em terras russas. Daniel Alves estreou-se oficialmente na Liga Espanhola em 23 de fevereiro de 2003 com o Sevilla FC contra o RCD Espanyol. No entanto, ele n√£o marcou seu primeiro gol at√© a temporada seguinte, em 9 de novembro de 2003 contra o Real Madrid. No ver√£o de 2005, ele adquiriu a nacionalidade espanhola no Registro Civil de Sevilha. Em agosto de 2007, Daniel Alves pediu ao Sevilla que o deixasse ir e crescer como jogador. No entanto, as altas exig√™ncias financeiras de Sevilha frustraram sua contrata√ß√£o pelo Chelsea FC na Premier League inglesa, o que causou grande descontentamento no jogador que at√© se recusou a viajar com a equipe para a Gr√©cia, onde disputaria uma partida crucial com ele. AEK de Atenas para a qualifica√ß√£o na pr√≥xima rodada da Liga dos Campe√Ķes. Apesar disso, ele ficou mais um ano na disciplina de Nerviones, sendo finalmente transferido para o FC Barcelona. Em 2 de julho de 2008, Alves foi oficialmente apresentado como novo jogador do FC Barcelona at√© 2012, em um ato em que o presidente do clube do Bar√ßa, Joan Laporta, o definiu como "o melhor lateral-direito do mundo". Os 35,5 milh√Ķes de euros de sua transfer√™ncia (29,5 milh√Ķes fixos e seis em vari√°veis, por classifica√ß√£o e t√≠tulos) fizeram dele a segunda contrata√ß√£o mais cara da hist√≥ria do clube, atr√°s de Mark Overmars, sendo posteriormente superada tamb√©m para o de Zlatan Ibrahimovic-, sendo o terceiro maior desembolso j√° feito pela contrata√ß√£o de um zagueiro. No FC Barcelona, ele usa o babador n√ļmero 2, que ele herdou de Mart√≠n C√°ceres (ele tinha 20). Dani marcou seu primeiro gol no FC Barcelona em 25 de outubro de 2008 no Camp Nou contra o UD Almer√≠a. Em mar√ßo de 2011, Alves estendeu seu contrato com o FC Barcelona at√© 2015. Hoje, Alves √© uma refer√™ncia na defesa do Bar√ßa e se estabeleceu como o zagueiro titular da equipe catal√£. Ele √© especialmente conhecido por suas adi√ß√Ķes de ataque, velocidade, assist√™ncias e cobran√ßas de falta. Alves no n√≠vel do clube venceu tudo (fazendo parte do Bar√ßa "sextete") e na sele√ß√£o nacional falta apenas uma copa do mundo e uma medalha de ouro nos Jogos Ol√≠mpicos.

TOP 14:

Ronald Koeman (Holanda).

Ronald Koeman (Holanda).
Ronald Koeman (Zaandam, Holanda do Norte, Pa√≠ses Baixos, 21 de mar√ßo de 1963) √© um ex-treinador e jogador de futebol holand√™s. Ele foi o zagueiro com maior pontua√ß√£o da hist√≥ria, com 193 gols em 533 jogos. Como jogador de futebol, destacou-se como meio-campista e, principalmente, como libero. Jogou nos tr√™s grandes clubes holandeses, Ajax Amsterdam, PSV Eindhoven e Feyenoord Rotterdam, e no F√ļtbol Club Barcelona. Neste √ļltimo clube, ele fazia parte da equipe que entraria na hist√≥ria sob o nome de "Dream Team" e com a qual conquistou a primeira Copa da Europa na hist√≥ria do FC Barcelona, gra√ßas a um gol do pr√≥prio Koeman na final de 20 de dezembro. Maio de 1992, contra a Sampdoria de G√™nova. Em Barcelona, ele tamb√©m conquistou quatro ligas. Ele tamb√©m foi um dos que contribu√≠ram para o PSV Eindhoven ser campe√£o em 1988 contra o Benfica na disputa de p√™naltis, sendo o primeiro a marcar gols desde doze etapas na final. Ele tamb√©m se destacou como o dono da sele√ß√£o holandesa de futebol, com a qual conseguiu se proclamar campe√£o da Copa do Euro de 1988 na Alemanha.

TOP 13:

Franco Baresi (It√°lia).

Franco Baresi (It√°lia).
Franco Baresi (nascido em 8 de maio de 1960 em Travagliato), √© um ex-jogador de futebol italiano, conhecido como um dos melhores defensores da hist√≥ria. Ele passou toda a sua carreira no AC Milan. Baresi √© o 2¬ļ. jogador m√°ximo na hist√≥ria do Milan ap√≥s Paolo Maldini jogar mais partidas com seu clube com um total de 719 jogos, ele tamb√©m se destaca por ser um jogador que ganhou praticamente tudo com seu clube; tendo sido campe√£o 6 vezes da Serie A, 4 vezes da Supercopa da It√°lia, 3 vezes campe√£o da Liga dos Campe√Ķes, 3 vezes da Supercopa da Europa e 2 vezes da Copa Intercontinental, totalizando 18 t√≠tulos. Com a Sele√ß√£o Italiana, ele venceu a Copa do Mundo de 1982. Ele foi selecionado no 19¬ļ lugar como um dos 100 melhores jogadores do s√©culo 20 pela revista World Soccer, e tamb√©m est√° listado no 17¬ļ lugar como um dos 100 melhores jogadores de futebol do s√©culo. XX pela revista Placar em 1999. Ele tamb√©m foi selecionado como um dos 50 melhores jogadores do s√©culo 20 pela revista Guerin Sportivo. Por outro lado, Pel√© o selecionou como um dos jogadores do FIFA 100, ele foi inclu√≠do na equipe de todos os tempos pela revista Planet Foot em 1996, ele tamb√©m foi selecionado pelo jornal La Repubblica e pela revista holandesa Voetbal International como um dos mais grandes jogadores de futebol e foi selecionado como jogador do ano na It√°lia em 1990. Por tudo isso, em sua homenagem, o clube AC Milan retirou a camisa n√ļmero 6 em reconhecimento √† sua bem-sucedida carreira3 e √© hoje considerado um dos melhores liberos do mundo. A FIFA o descreve como um jogador "extraordin√°rio".


TOP 12:

Fernando Hierro (Espanha).

Fernando Hierro (Espanha).
Fernando Ruiz Hierro (V√©lez-M√°laga (Espanha), 23 de mar√ßo de 1968) √© um jogador de futebol espanhol aposentado. Ele come√ßou a jogar como meio-campista e, ao longo dos anos, adiou sua posi√ß√£o para a de defesa. No auge de sua carreira, ele combinou um s√≥lido trabalho defensivo com habilidades de passe e de pontua√ß√£o, o que o tornou um grande jogador. Ele jogou 598 partidas com o Real Madrid, durante as quais ganhou cinco Ligas e tr√™s Ligas dos Campe√Ķes, e jogou quase 100 partidas com a Sele√ß√£o Espanhola de Futebol, durante uma carreira de 15 anos no futebol.

TOP 11:

Alessandro Nesta (It√°lia).

Alessandro Nesta (It√°lia).
Alessandro Nesta (Roma, Prov√≠ncia de Roma, It√°lia, 19 de mar√ßo de 1976), futebolista italiano. Ele joga na posi√ß√£o defensiva e atualmente n√£o tem clube depois de terminar uma carreira de sucesso no Milan. SS Lazio Nesta nasceu em Roma. Desde pequeno, ele era jogador de futebol e seu talento foi descoberto por um olheiro da Roma; no entanto, seu pai era f√£ da Lazio e, em 1985, Nesta ingressou nas categorias mais baixas da Lazio, Nesta tentou em v√°rias posi√ß√Ķes, da frente para a meio-campo, antes de finalmente se estabelecer como defesa central. Em 1993, Nesta estreou com o clube celestial, ele tamb√©m ficou famoso por quebrar a perna de Paul Gascoigne em treinamento. Em 1997, Nesta assumiu a lideran√ßa do clube, ajudou o Lazio a vencer a Copa da It√°lia em 1998; em 1999, o Lazio venceria a Copa da UEFA e a Superta√ßa da Europa. Em 2000, a Lazio venceu o Scudetto com Nesta como capit√£o e base do clube. [editar] AC Milan Antes da temporada 2002-03, os problemas financeiros do Lazio o for√ßaram a vender seus melhores jogadores, Nesta foi transferido para o AC Milan em troca de 30 milh√Ķes de euros, apenas em sua primeira temporada como rossonero, Nesta ele venceu a Liga dos Campe√Ķes da UEFA e a Copa da It√°lia, na pr√≥xima vez que venceu a Superta√ßa da Europa e seu segundo Scudetto. Nesta tamb√©m participou da derrota do Milan na final da Liga dos Campe√Ķes da temporada 2004-05. Nesta tamb√©m tem contrato com o Milan at√© junho de 2012. A carreira de Nesta tamb√©m foi marcada por les√Ķes graves, aos 33 anos de idade e no in√≠cio da temporada 2008-09, Nesta sofreu uma les√£o grave que at√© questionou seu retorno ao time. Em campo, ele voltou em maio de 2009 em uma partida contra a Fiorentina. Em maio de 2012, Nesta anunciou que vai se aposentar do italiano Calcio e do Milan, argumentando que, na sua idade, ele n√£o consegue manter o n√≠vel de futebol necess√°rio para evitar sentar no banco. Nesta coloca os olhos no futebol americano e procura se aproximar de um representante da MLS. Sele√ß√£o de futebol da It√°lia tem sido internacional com em 78 ocasi√Ķes. Sua estr√©ia foi com Cesare Maldini na Copa dos Sub-21 que a Azzurri venceu em 1996. Mais tarde, ele foi convocado pela equipe nacional ap√≥s a aposentadoria de Ciro Ferrara para jogar na Euro Cup em 1996, mas ele n√£o jogou. Nesta estreou no mesmo ano e ajudou a It√°lia a chegar √† segunda coloca√ß√£o na Eurocopa de 2000. Ele jogou na Copa do Mundo de 1998 na Fran√ßa, na Copa do Mundo de 2002 no Jap√£o e na Cor√©ia e na fase de qualifica√ß√£o. pela Eurocopa do ano de 2004. Nesta, que foi novamente lesionado em sua terceira participa√ß√£o na Copa do Mundo, foi coroado campe√£o da Copa do Mundo de 2006 com sua equipe italiana, premiando 4 estrelas (campeonatos) da copa do mundo. Depois disso, ele se aposentou alguns dias depois de seu compatriota Francesco Totti. Depois de comentar que muitas les√Ķes se seguiram e que ele sente que s√≥ pode ajudar uma equipe, o AC Milan. √Č uma defesa de excelentes qualidades t√©cnicas; grande controle da bola, r√°pido, de grande intelig√™ncia e classe na recupera√ß√£o da bola. Al√©m disso, devido √† sua altura, possui um certo poder que lhe permite vencer em 1 a 1 partidas, al√©m de ser uma vantagem ao dirigir. J√° recuperado de sua les√£o, ele fez apresenta√ß√Ķes magistrais com grande regularidade nas costas de Ross√≥n; portanto, seu retorno √† equipe nacional foi espalhado boatos, mas aparentemente, e devido a mais insist√™ncia de Andrea Pirlo e do t√©cnico Marcello Lippi, parece ter havido abandonado permanentemente. Ele √© considerado um dos melhores jogadores da It√°lia e do mundo, fazendo parte da prestigiada lista da FIFA dos 100 melhores jogadores de todos os tempos.

TOP 10:

Rafael M√°rquez √Ālvarez (M√©xico).

Rafael M√°rquez √Ālvarez (M√©xico).
Rafael M√°rquez √Ālvarez, (Zamora, Michoac√°n, 13 de fevereiro de 1979), mais conhecido como Rafael M√°rquez ou Rafa M√°rquez, √© um jogador de futebol mexicano. Jogue na defesa ou no meio-campo. Antes de deixar Barcelona, ele recebeu v√°rias ofertas de equipes da Europa, como Juventus de Turim, Fiorentina e Genova, todas da It√°lia, mas no final assinou contrato com o clube New York Red Bulls nos Estados Unidos pelo valor de US $ 3 milh√Ķes por temporada. Atlas de Guadalajara: Ele estreou na Primeira Divis√£o Mexicana em 1996. Ele teve uma temporada marcante no Torneio de Ver√£o de 1999 com o Atlas. Composto por um grupo majoritariamente jovem, eles chegaram √† final contra Toluca. Foi uma partida equilibrada, levando-os √† disputa de p√™naltis. No final, Toluca prevaleceu no calor e conquistou o t√≠tulo. M√°rquez √© uma das j√≥ias produzidas pela pedreira do Atlas e se declarou vermelho-preto no cora√ß√£o em v√°rias ocasi√Ķes. AS Monaco: Depois da Copa Am√©rica, aos 20 anos, e sendo um jogador de destaque no M√©xico, Rafa decidiu tentar a sorte no futebol franc√™s, contratando pelo AS Monaco por quatro milh√Ķes de d√≥lares. Ele estreou com seu novo clube na Ligue 1 em 14 de agosto de 1999 na partida do AS Monaco por 4 x 0 Bastia. Em sua primeira temporada, ele conquistou a Liga Francesa. Al√©m disso, ele foi distinguido como o zagueiro ideal da liga na temporada 1999-2000. Em 2003, ele ganhou a Copa da Liga Francesa. Ele se estabeleceu como um dos melhores zagueiros centrais da Europa e seu nome come√ßou a soar para v√°rias equipes grandes do velho continente. FC Barcelona: "Rafa" M√°rquez jogando com o Barcelona. M√°rquez assinou com o FC Barcelona por 5 milh√Ķes de euros no ver√£o de 2003. Ele estreou na Primeira Divis√£o Espanhola em 3 de setembro de 2003, no jogo do FC Barcelona por 1 x 1 com o Sevilha. Seu primeiro gol foi contra o Betis em 17 de setembro de 2003. Ap√≥s uma primeira temporada dif√≠cil, devido a les√Ķes, em que disputou apenas 21 jogos, a partir de 2004 tornou-se propriet√°rio da equipe e conquistou seu primeiro t√≠tulo no clube. , Liga Espanhola 2004-05. Em alguns jogos, ele foi mudado para a posi√ß√£o de meio-campista. Na temporada seguinte, ele venceu a Supercopa da Espanha, revalidou o t√≠tulo da Liga e venceu a Liga dos Campe√Ķes da UEFA. Ap√≥s a disputa da Copa do Mundo na Alemanha, ele renovou seu contrato com o FC Barcelona por 38,5 milh√Ķes de d√≥lares at√© 2010. Em novembro de 2006, ele recebeu a nacionalidade espanhola, deixando de ocupar uma posi√ß√£o extra-comunit√°ria. Em 13 de dezembro de 2008, ele jogou o 200¬ļ jogo com o FC Barcelona contra o Real Betis. O placar terminou 2-0 a favor da equipe do Bar√ßa. Em 27 de maio de 2009, ele conquistou o t√≠tulo da UEFA Champions League pela segunda vez, apesar de n√£o poder jogar a final contra o Manchester United devido a les√£o. Naquela temporada, ele tamb√©m venceria a Liga Espanhola e a Copa del Rey, vencendo a tripla. Antes de partir do Bar√ßa em 2010, depois de completar o "sextete" e obter uma nova liga espanhola, M√°rquez acabou sendo o oitavo estrangeiro com mais jogos disputados no clube catal√£o. Ele passou sete temporadas em Barcelona e decidiu buscar novos desafios, apesar de ter um contrato atual. Desde sua estr√©ia na equipe nacional, em 7 de fevereiro de 1997, contra a equipe do Equador. Com a equipe nacional, ele participou da Copa das Confedera√ß√Ķes da FIFA, na Copa Am√©rica (1999, 2001, 2004 e 2007), na CONCACAF Gold Cup 2003, CONCACAF Gold Cup 2007 e CONCACAF Gold Cup 2011 , na Copa do Mundo de Futebol da Cor√©ia e no Jap√£o em 2002, na Copa do Mundo da Alemanha 2006, em que conseguiu marcar um gol contra a Argentina na rodada dos 16 e na Copa do Mundo da √Āfrica do Sul 2010, onde marcou no partida de abertura do torneio contra a √Āfrica do Sul. Ele conseguiu proclamar-se campe√£o da Copa das Confedera√ß√Ķes da FIFA de 1999 e da Copa de 2003 e Copa de Ouro de 2011 com a equipe nacional.

TOP 9:

Fabio Cannavaro (It√°lia).

Fabio Cannavaro (It√°lia).
Fabio Cannavaro (N√°poles, prov√≠ncia de N√°poles, It√°lia, 13 de setembro de 1973) √© um ex-jogador de futebol italiano. Ele atuou na posi√ß√£o defensiva e seu √ļltimo clube foi o Siliguri FC, do Mini Premier da Federa√ß√£o Indiana de Futebol. Competiu em quatro Copas do Mundo e em duas edi√ß√Ķes da Copa do Euro. Ele foi o capit√£o do time de futebol italiano que venceu a Copa do Mundo de 2006 e recebeu o pr√™mio Bola de Ouro da FIFA e Jogador do Ano no mesmo ano. Fabio Cannavaro come√ßou como jogador de futebol no clube de sua cidade natal, o SSC Napoli. Ele estreou na S√©rie A em 7 de mar√ßo de 1993 aos 19 anos de idade, em uma partida contra a Juventus, que acabou perdendo de 4 a 3. Depois de permanecer no Napoli por tr√™s temporadas, ele foi contratado pelo Parma em 1995, um time com que venceu duas Copas da It√°lia, uma Supercopa da It√°lia e uma Copa da UEFA. Ap√≥s esses sucessos, Parma diminuiu o desempenho e Cannavaro assinou com a Inter de Mil√£o. Dada a falta de t√≠tulos, e apesar de ser o titular indiscut√≠vel, ele decidiu assinar pela Juventus em Turim em 2004, onde obteve os t√≠tulos da Serie A nas temporadas 2004-05 e 2005-06, que seriam revogados na Juventus. Devido ao rebaixamento da Juventus para a S√©rie B, Cannavaro foi contratado pelo Real Madrid em 19 de julho de 2006, juntamente com seu companheiro de equipe, o brasileiro Emerson, por aproximadamente sete milh√Ķes de euros para jogar nas pr√≥ximas duas temporadas, com a op√ß√£o para um ter√ßo. Vestindo as cores do clube branco, ele venceu em 2006 o Ballon d'Or, concedido pela revista francesa France Football (por vota√ß√£o especializada da imprensa), ao melhor jogador das ligas europeias, gra√ßas a suas atua√ß√Ķes na Copa do Mundo de 2006 e na Juventus, prevalecendo sobre o italiano Gianluigi Buffon e o franc√™s Thierry Henry, tornando-se o quinto jogador de futebol italiano a obter esse pr√™mio. Em 19 de maio de 2009, a Juventus confirmou o retorno de Cannavaro ao clube Biancon depois que seu contrato com o Real Madrid terminou em junho de 2009.8 Em junho de 2010, ele assinou um contrato com Al-Ahli, dos Emirados √Ārabes Unidos. Em 19 de junho de 2011, ele foi demitido de Al-Ahli por falta de compromisso. Em 9 de julho de 2011, ele anunciou sua aposentadoria aos 37 anos, data em que foi comemorado mais um anivers√°rio do triunfo da Sele√ß√£o Italiana de Futebol na Copa do Mundo de 2006, segundo ele devido a problemas no joelho. esquerda. Falando com diferentes m√≠dias, ele observou que jogou com o melhor de seu tempo, incluindo jogadores como Buffon, Thuram, Pirlo, Totti, Del Piero, Baggio, Zola e Maldini. Al√©m disso, mencionou a oportunidade de trabalhar n√£o como jogador, mas como gerente e / ou consultor de Al-Ahli, nos Emirados √Ārabes Unidos.

TOP 8:

Javier Zanetti (Argentina).

Javier Zanetti (Argentina).
Javier Adelmar Zanetti (nascido em Dock Sud, Avellaneda, Buenos Aires, 10 de agosto de 1973) √© um jogador de futebol argentino. Ele joga no meio-campo ou ala de ambos os lados e tamb√©m atua como segundo meio-campo ou centro de recupera√ß√£o, e sua atual equipe √© o Inter de Mil√£o, da Serie A (It√°lia). Futebol emergente no Club Talleres de Rem√©dios de Escalada, ele passou pelo Club Atl√©tico Banfield at√© a Inter de Mil√£o em 1995. Com o clube italiano, conquistou 16 t√≠tulos (13 nacionais e 3 internacionais). Ele det√©m v√°rios recordes no futebol italiano, incluindo o jogador estrangeiro com mais partidas na S√©rie A italiana e o jogador com mais partidas na S√©rie A com a Inter. Atualmente, ele √© o quarto jogador com mais jogos disputados naquela liga e o sexto no futebol mundial com os jogos mais profissionais. Ele joga pela Sele√ß√£o Argentina desde 1994. Com sua sele√ß√£o, ganhou a Medalha de Ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1995 e a Medalha de Prata nos Jogos Ol√≠mpicos de Atlanta em 1996. Desde outubro de 2007, Zanetti √© o jogador com maior n√ļmero de participa√ß√Ķes na sele√ß√£o. , quando ele ultrapassou Roberto Fabi√°n Ayala.


TOP 7:

Cafu (Brasil).

Cafu (Brasil).
Marcos Evangelista de Moraes (7 de junho de 1970), mais conhecido como Caf√ļ, √© um ex-jogador brasileiro e l√≠der de todos os tempos em apari√ß√Ķes no time brasileiro, com 142 em 30 de mar√ßo de 2005. duas equipes brasileiras campe√£s mundiais e, em 2002, ele se tornou o primeiro jogador a disputar uma final da Copa do Mundo por tr√™s vezes consecutivas. Ele estreou oficialmente no S√£o Paulo FC, onde venceu sua primeira copa em 1988 e venceu a Copa Libertadores da Am√©rica em 1992 e 1993. Em 1995, foi transferido para o Real Zaragoza na Espanha. Ap√≥s um breve retorno ao Brasil, mudando-se para o Palmeiras em 1996, Cafu assinou com a equipe italiana a AS Roma em 1997 e conquistou o t√≠tulo da S√©rie A em 2001. Cafu era um favorito dos f√£s locais, ganhando o apelido de Il Pendolino ("o trem expresso"). Ele se transferiu para o AC Milan em 2003, ap√≥s rejeitar uma transfer√™ncia para o Yokohama Marinos. Cafu jogou pouco com a equipe nacional no in√≠cio dos anos 90, mas s√≥ foi √† Copa do Mundo de 1994 como substituto, depois se dedicou √† Engenharia Civil. Atualmente √© professor na √°rea de M√°quinas e Equipamentos para Constru√ß√£o, com forte dureza !!! conhecimento no raspador. Ap√≥s uma les√£o de Jorginho na final contra a It√°lia, Cafu entrou como reserva aos 22 minutos, fazendo parte da defesa brasileira em que foi uma final ardente. O Brasil venceu por 3-2 por cobran√ßa de p√™nalti, depois que a partida terminou sem gols. Depois disso, Cafu aparece regularmente no time brasileiro, vencendo a Copa Am√©rica em 1997 e 1999 e levando o time √† final da Copa do Mundo de 1998, perdida para a Fran√ßa. Ap√≥s um dif√≠cil torneio de qualifica√ß√£o, Cafu foi o capit√£o do Brasil na Copa do Mundo de 2002, ap√≥s uma les√£o no capit√£o da equipe, Emerson, e ajudou sua equipe a vencer por 2 a 0 a Alemanha. Ele foi nomeado por Pel√© e FIFA como um dos 125 maiores jogadores vivos em mar√ßo de 2004. Ele e o argentino Carlos Tevez foram os √ļnicos jogadores a vencer a Copa Libertadores, a Liga dos Campe√Ķes, a Copa Intercontinental e a Copa Copa do Mundo de Clubes; al√©m de ser o √ļnico a ganhar junto a tudo isso o Mundial de Futebol e o America Glass.

TOP 6:

Sergio Ramos (Espanha).

Sergio Ramos (Espanha).
Sergio Ramos Garc√≠a (30 de mar√ßo de 1986 em Camas, Sevilha, Espanha) √© um jogador de futebol espanhol que atualmente joga pelo Real Madrid com o n√ļmero 4. Ele pode atuar tanto na lateral direita como na central, pois ocupa a temporada . Ele √© internacional pelo time de futebol espanhol desde 2005, com ele foi proclamado campe√£o europeu em 2008 e campe√£o mundial em 2010. Em 21 de mar√ßo de 2012, ele conseguiu ser o jogador de futebol do Real Madrid com mais expuls√Ķes na hist√≥ria da a Liga.

TOP 5:

Elías Figueroa (Chile).

Elías Figueroa (Chile).
El√≠as Ricardo Figueroa Brander (nascido em 25 de outubro de 1946, Valpara√≠so, Chile) √© um ex-jogador de futebol chileno. Reconhecido como o melhor jogador de futebol chileno de todos os tempos, em sua posi√ß√£o de defesa central, ele foi considerado um dos maiores da hist√≥ria, junto com o alem√£o Franz Beckenbauer. At√© Pel√©, Cesar Lu√≠s Menotti, Daniel Passarella e o pr√≥prio Franz Beckenbauer consideraram Don El√≠as o melhor em sua posi√ß√£o. A Federa√ß√£o Internacional de Hist√≥ria e Estat√≠stica do Futebol (IFFHS) o reconhece como o 8¬ļ Melhor jogador sul-americano do s√©culo 20 (junto com Arsenio Erico). Os dados estat√≠sticos do Campeonato Brasileiro de Futebol o destacam como o Melhor Jogador Estrangeiro por ter jogado na liga daquele pa√≠s no s√©culo XX. Al√©m disso, entre outros pr√™mios, ele foi escolhido tr√™s vezes como Melhor Jogador da Am√©rica em (1974, 1975 e 1976), apesar de ter jogado na defesa o que tem sido in√©dito at√© na Europa. Essa conquista foi alcan√ßada competindo contra outros grandes jogadores de futebol do mundo, como Falc√£o, seu companheiro de equipe, Rivelino, Tost√£o, Jairzinho, G√©rson, Carlos Alberto, Zico, Te√≥filo Cubillas, H√©ctor Chumpitaz, Mario Kempes, Roberto Perfumo e Daniel Passarella e O reino de Pel√© que ganhou o pr√™mio no ano anterior a Figueroa em 1973. Outro reconhecimento importante foi o de ser o melhor defensor da Copa do Mundo de 1974, formando a dupla central do time ideal com Franz Beckenbauer. El√≠as foi um jogador hist√≥rico dos clubes Santiago Wanderers em Valpara√≠so (sua cidade natal), Pe√Īarol no Uruguai, Internacional no Brasil e Club Deportivo Palestino no Chile. Ele foi um dos jogadores mais importantes da sele√ß√£o nacional chilena, com a qual disputou tr√™s campeonatos mundiais: Inglaterra 66, Alemanha 74 e Espanha 82 e final da Copa Am√©rica de 1979. Como jogador de futebol em seu pa√≠s, foi considerado o melhor jogador chileno da hist√≥ria. o tempo todo, de acordo com v√°rias pesquisas no Chile e no resto da Am√©rica do Sul - incluindo o Instituto de Hist√≥ria e Estat√≠stica do Futebol Chileno.

TOP 4:

Franz Beckenbauer (Alemanha).

Franz Beckenbauer (Alemanha).
Franz Anton Beckenbauer (nascido em Munique, Alemanha, em 11 de setembro de 1945) √© um ex-jogador de futebol alem√£o. Apelidado de The Kaiser, ele √© reconhecido como um dos melhores jogadores de todos os tempos e o maior da hist√≥ria de seu pa√≠s. Ele foi o capit√£o da sele√ß√£o alem√£ que venceu a Copa do Mundo de 1974 e a Copa do Euro de 1972, al√©m de ser o t√©cnico da mesma equipe que venceu a Copa do Mundo de 1990 na It√°lia. Ele tamb√©m conquistou tr√™s Liga dos Campe√Ķes da UEFA, uma Copa Intercontinental e uma Copa dos Campe√Ķes. Europa, quatro Bundesliga e quatro Copas Alem√£s com a camisa do Bayern de Munique. Ele foi premiado com o Ballon d'Or na Europa em 1972 e 1976. Ele ocupa o 3¬ļ lugar no ranking do Melhor Jogador de Futebol do S√©culo publicado pela IFFHS em 2004. Beckenbauer era um jogador vers√°til. Embora se destacasse como meio-campista, ele se adaptou a diferentes posi√ß√Ķes no campo de jogo, sendo o criador da posi√ß√£o do libero.

TOP 3:

Paolo Maldini (It√°lia).

Paolo Maldini (It√°lia).
Paolo Cesare Maldini (* Mil√£o, Prov√≠ncia de Mil√£o, It√°lia, 26 de junho de 1968 -) √© um ex-jogador de futebol italiano que atuou como lateral esquerdo e, √†s vezes, zagueiro, pelo AC Milan da Serie A na It√°lia. Filho do ex-jogador e t√©cnico italiano Cesare Maldini, ele passou toda a sua carreira no Milan, tornando-se o jogador que mais vestiu a camisa do Rossonera e quem mais jogou na S√©rie A italiana. Em sua longa carreira, Maldini tem um hist√≥rico extenso, venceu sete Scudettos, uma Copa da It√°lia e cinco Super Copas da It√°lia localmente e cinco Copas da Europa, cinco Super Copas da Europa, duas Copas Intercontinentais e uma Copa do Mundo de Clubes com o Milan. n√≠vel internacional. Com sua equipe nacional, ele disputou 126 partidas - em 74 delas saiu com o cintur√£o de capit√£o - e fez parte das equipes que disputaram a Copa do Mundo de 1990 na It√°lia - terceiro -, Estados Unidos 1994 - vice-campe√£o - Fran√ßa 1998 - eliminado nas quartas de final - e Cor√©ia - Jap√£o 2002 - rodada da reflex√£o -; al√©m de jogar o campeonato europeu v√°rias vezes com a equipe italiana. O zagueiro do Milan se despediu do San Siro aos 40 anos no final da temporada 08/09, exatamente na partida entre o AC Milan e a Roma em 24 de maio de 2009, uma derrota amarga na despedida de 2. -3 a favor de Roma. O √ļltimo jogo de sua carreira foi em 31 de maio em Floren√ßa.


TOP 2:

Roberto Carlos (Brasil).

Roberto Carlos (Brasil).
Roberto Carlos da Silva, conhecido simplesmente como Roberto Carlos, √© um jogador e treinador de futebol brasileiro (ele tamb√©m tem nacionalidade espanhola). Nasceu no munic√≠pio de Gar√ßa, S√£o Paulo, em 10 de abril de 1973. Seu pai o nomeou em homenagem ao popular cantor brasileiro Roberto Carlos Braga. Ele joga pela lateral esquerda e atualmente joga pelo FC Anzhi Makhachkala na R√ļssia. Desde setembro de 2011, ele √© jogador e treinador de sua equipe. Com a Sele√ß√£o Brasileira, ele venceu a Copa do Mundo de Cor√©ia-Jap√£o de 2002 e a Copa Am√©rica de 1997 e 1999. Destacou-se notavelmente no Real Madrid na Espanha, vencendo a Liga dos Campe√Ķes da UEFA por 3 vezes (1998, 2000, 2002) e 2 vezes pela Copa Intercontinental (1998, 2002). Reconhecido por sua grande t√©cnica, velocidade e chute forte, al√©m de seus poderosos lances livres, Roberto Carlos √© considerado um dos grandes alas da hist√≥ria do futebol, al√©m de ser um dos maiores zagueiros de todos os tempos, ocupando o 27¬ļ lugar. no ranking hist√≥rico da IFFHS.

TOP 1:

Carles Puyol (Espanha).

Carles Puyol (Espanha).
Carles Puyol i Saforcada (Puebla de Segur, L√©rida, Espanha, 13 de abril de 1978), conhecido como Puyol, √© um jogador de futebol espanhol. Ele joga na posi√ß√£o defensiva (central, direita e esquerda) e seu time atual √© o FC Barcelona, da Primeira Divis√£o Espanhola, clube do qual √© atualmente o capit√£o. Puyol iniciou sua carreira profissional integrando as fileiras do FC Barcelona B, onde conseguiu jogar mais de 80 partidas. Na temporada 1999-00, ele fez sua estr√©ia oficial no primeiro time, sob a orienta√ß√£o do ent√£o t√©cnico holand√™s Louis van Gaal. Na mesma temporada, ele conseguiu jogar 37 jogos e, no ano seguinte, recebeu o pr√™mio Don Bal√≥n de melhor revelador. Ele conquistou seu primeiro t√≠tulo oficial na temporada 2004-05, quando se tornou campe√£o da Liga e, em 2006, conquistou seu primeiro t√≠tulo de clube em n√≠vel internacional, vencendo a Liga dos Campe√Ķes da UEFA. Internacional, estreou-se oficialmente na sele√ß√£o espanhola de futebol em 2000, partida contra a sele√ß√£o holandesa. Ele √© o segundo jogador de futebol da hist√≥ria do FC Barcelona com o maior n√ļmero de partidas disputadas em todas as competi√ß√Ķes, com mais de 550 partidas oficiais e o quinto jogador na hist√≥ria da equipe espanhola com o maior n√ļmero de partidas disputadas, com um total de 99. Ele tamb√©m participou de tr√™s Copas do Mundo (Cor√©ia e Jap√£o 2002, Alemanha 2006 e √Āfrica do Sul 2010), Copa das Confedera√ß√Ķes da FIFA (√Āfrica do Sul 2009), duas Copas do Euro (Portugal 2004 e √Āustria e Su√≠√ßa 2008) e Jogos Ol√≠mpicos de Sydney 2000. Entre suas distin√ß√Ķes mais reconhecidas, ele se destaca por ter sido escolhido como a melhor defesa da Liga dos Campe√Ķes da UEFA em 2006 e det√©m o recorde, junto com Cristiano Ronaldo, de ter sido selecionado para a Equipe do Ano da UEFA em 6 ocasi√Ķes em 2002, 2005. , 2006, 2008, 2009 e 2010. Em 18 de janeiro de 2012, os editores da UEFA decidiram criar os seus onze ideais, chamados "Equipe do Time do Ano" e Puyol foi um dos onze integrantes. rantes, uma distin√ß√£o que o reconhece como um dos melhores jogadores de futebol europeus nos √ļltimos anos. Ele tamb√©m foi inclu√≠do na equipe do ano FIFA / FIFPro World XI em tr√™s ocasi√Ķes: 2007, 2008 e 2010. Foi selecionado pelos jornais The Sun (Reino Unido) e Don Bal√≥n (Espanha) como um dos quatro melhores defensores da d√©cada de 2009 e 2010, respectivamente. Ele foi selecionado pela FIFA 3 vezes para fazer parte de seu time ideal ap√≥s a Copa do Euro de 2008, a Copa das Confedera√ß√Ķes de 2009 e a Copa do Mundo da FIFA de 2010. Em 2009, Puyol se tornou o primeiro capit√£o da hist√≥ria do futebol Club Barcelona elevar√° seis copas no mesmo ano (Liga Espanhola, Copa del Rey, Superta√ßa Espanhola, Liga dos Campe√Ķes da UEFA, Superta√ßa Europeia e Copa do Mundo de Clubes da FIFA). Atualmente, Puyol conquistou 18 t√≠tulos com seu clube e 2 t√≠tulos internacionais com a Sele√ß√£o Espanhola de Futebol: a Copa do Euro em 2008 e a Copa do Mundo de 2010. Por todas essas conquistas com seu clube, com a Sele√ß√£o Nacional Espanhola e por sua Distin√ß√Ķes alcan√ßadas Puyol √© considerada pela imprensa e por v√°rias entidades esportivas como uma das melhores defesas centrais do continente e do mundo. Da mesma forma, a FIFA a considera uma das melhores defesas do mundo.