As partidas de tênis mais longas

| ESPORTE
As partidas de tênis mais longas
Fonte: listas.20minutos.es
Entre esses encontros estão alguns dos melhores de todos os tempos em geral e na história de Wimbledon em particular. Qual é o seu favorito? O que resta em sua memória?

TOP 17:
Corretja vs Sampras - Davis Cup 2002 (3 horas e 55 minutos)

TOP 16:
Ferrer vs Stepanek - Copa Davis de 2009 - 4 horas, 17 minutos
depois de vencer a desvantagem acumulada de dois sets contra, ele acaba prevalecendo em cinco sets (1-6, 2-6, 6-4, 6-4 e 8-6).


TOP 15:

Verdasco - Ferrer - Open Usa 2010 (4 horas 23 minutos)

Intenso e espetacular foi o duelo entre os dois que durou 4 horas e 23 minutos. Por fim, foi Verdasco quem acabou com um jogo no qual qualquer um deles poderia vencer e terminou com o jogador do Madri exausto no chão, depois de encerrar o confronto com um último ponto impressionante.

TOP 14:

Alex Corretja vs Hernán Gumy - Roland Garros 1998 (5 horas e 31 minutos)

1988, rodada de 32: Alex Corretja (ESP) para Hernán Gumy (ARG) em 5h31: por 6-1, 5-7, 6-7, 7-5 e 9-7.

TOP 13:

Pancho Gonzales vs Charles Pasarel - Wimbledon 1969 (112 jogos)

Em 1969, ele jogou uma lendária partida do torneio de Wimbledon contra o americano Charles Pasarell. Foi o mais longo da história, chegando a 112 jogos. Gonzales perdeu os dois primeiros sets (o primeiro também foi um longo recorde e foi acertado com uma pontuação de 22-24), mas finalmente Gonzales derrotou seu rival. Logo depois, seriam introduzidos os desempates (morte súbita), que evitam prolongar os sets quando há empates em seis jogos.


TOP 12:

Radek Stepanek vs Ivo Karlovic, Copa Davis (5 horas e 59 minutos).

A República Tcheca alcançou o primeiro ponto na semifinal da Copa Davis na Croácia com a vitória de Radek Stepanek contra Ivo Karlovic por 7-6 (5), 6-7 (5), 6-7 (6), 7-6 (2) e 14-16, na primeira partida, que durou cinco horas e 59 minutos. O gigante Karlovic (número 31 da ATP) e Stepanek (17) mantiveram seus respectivos serviços por oitenta jogos consecutivos, algo sem precedentes na Copa Davis. Os quatro primeiros sets foram decididos nos tie-breaks, e no quinto foram necessários 30 jogos para determinar o vencedor da partida. O fato mais impressionante da partida foram os 78 ases de Karlovic, recorde mundial, que, no entanto, não o ajudaram a alcançar a vitória.

TOP 11:

Federer vs Roddick - Wimbledon 2009 (4 horas e 16 minutos)

Na final do All England Club, Roger Federer venceu em uma maratona de Andy Roddick, que havia vencido Andy Murray nas meias-finais, 5-7, 7-6 (6), 7-6 (5), 3- 6 e 16-14.

TOP 10:

McEnroe vs Borg - Wimbledon 1980

A final provou ser uma batalha entre dois jogadores de altíssima qualidade e até hoje é apontada por várias pessoas como a melhor partida de tênis da história. [12] A mídia a batizou como "A festa do século". A partida começou a favor de McEnroe, que venceu o primeiro set por 6-1, ao qual Borg respondeu pegando os dois seguintes. O quarto set foi de alto nível e o tie-break final foi alcançado no que poderia ter sido a primeira final de Wimbledon a ser definida como tie-break. Numa demonstração incrível de concentração e mente fria, ambos os jogadores não conseguiram tirar vantagem. Borg exibiu seus tiros e McEnroe demonstrou sua sutileza no vôlei. Após 5 pontos de partida a favor de Borg (um salvo por McEnroe com a ajuda da rede) e outros 7 a favor de "Big Mac" (um perdido com um voleio relativamente fácil), o sueco deixou um voleio na rede e terminou tie-break 18-16 em favor do americano. Apesar do fato de que muitos supuseram uma importante injeção emocional em McEnroe e uma frustração para Borg que inclinou o jogo para o lado de McEnroe, "o homem do gelo" não vacilou e saiu para jogar com todo o empolgante quinto set que fechado 8-6.


TOP 9:

David Nalbandian vs Federer - Tennis Masters Cup 2005 (4 horas 30 minutos)

Após quatro horas e meia de jogo, Federer cai para o tenista argentino, que vence a taça em um tie-break no quinto set, quebrando instantaneamente a marca de 24 finais derrotadas ininterruptas na Suíça.

TOP 8:

Federer vs Sampras - Wimbledon 2001 (3 horas 41 minutos)

O jovem suíço venceu 7-6 (7) 5-7 6-4 6-7 (2) 7-5 em um jogo de 3 horas e 41 minutos. Federer, desse modo, começou a escrever sua história sobre a grama verde da Inglaterra, onde subseqüentemente venceu 5 vezes.

TOP 7:

Clement vs Santoro - Roland Garros 2004 (6 horas e 33 minutos).

Arnaud Clement e Fabrice Santoro, da França, quebraram o recorde da maior partida de Grand Slam da era Open (6 horas e 33 minutos). A partida, que terminou com a vitória de Santoro (6-4, 6-3, 6-7 (5), 3-6, 16-14) começou na segunda-feira, mas teve que ser suspensa por falta de luz no momento aquele que empatou cinco no quinto set.


TOP 6:

Marat Safin vs Federer - Aberto da Austrália 2005 (5 horas)

Federer cai nas semifinais do Aberto da Austrália contra Marat Safin (partida de quase cinco horas que é resolvida com 9-7 na quinta manga a favor do russo e até teve um match point),

TOP 5:

McEnroe vs Wilander. Davis Cup 1982 (6 horas 22 minutos)

John McEnroe venceu 9-7, 6-2, 15-17, 3-6, 8-6 no jogo mais longo da história de Davis sem um empate

TOP 4:

Nadal vs Novak Djokovic - Masters de Madri 2009 (quatro horas e 15 minutos)

no recém-lançado Caja Mágica no Madrid Masters, que pelo primeiro ano foi disputado em saibro, Rafa disputou uma partida memorável contra o sérvio Novak Djokovic, que decidiu o empate no terceiro set (3-6, 7-6 (5)). ) e 7-6 (9)) após mais de quatro horas de encontro e três bolas de jogo salvas. Em um retorno épico do espanhol.

TOP 3:

Isner vs Mahut - Wimbledon 2010 (11 horas 5 minutos)

O duelo começou na terça-feira, recomeçou com o quinto set na quarta-feira e foi resolvido na quinta-feira com uma pontuação total de 4-6, 6-3, 7-6, 6-7 e 68-70, após 665 minutos. vitória final para John Isner.


TOP 2:

Nadal vs Verdasco - Australian Open 2009 (5 horas 14 minutos)

uma partida épica de cinco sets na quadra central do Grand Slam australiano. a partida mais longa da história do torneio australiano (5 horas 14 minutos)

TOP 1:

Nadal vs Federer 2008 Wimbledonl Final ((4 horas, 48 minutos)

o início da partida foi adiado pela chuva. Nadal começou a partida muito bem, levando os dois primeiros sets por 6-4 idênticos. Já no terceiro set, Nadal teve a oportunidade de quebrar o serviço do suíço no sétimo jogo, quando estava à frente de 0-40, mas Federer conseguiu se recuperar e não houve mais erros no terceiro set. A partida foi suspensa na chuva quando Federer liderou o terceiro set por 5-4. Quando recomeçou, eles tiveram que decidir em um tie-break que Federer levou 7-5. No quarto, não houve interrupções no serviço de nenhum dos dois jogadores, e eles chegaram a outro tie-break, onde Nadal teve os dois primeiros pontos para se proclamar campeão, mas Federer sabia como se recuperar e levou o set 7-6 ( 8) O quinto set foi um bom recital de tênis, mas novamente a chuva chegou e o jogo foi suspenso novamente quando o placar empatou em 2 a 2, com Federer sacando e 40-40 no quinto jogo. A partida chegou a limites inesperados, mas finalmente Nadal venceu o quinto set por 9 a 7, com o resultado final de 6-4, 6-4, 6-7 (5), 6-7 (8) e 9- 7, sendo esta a final mais longa da história de Wimbledon (4 horas e 48 minutos) e considerada pela famosa publicação esportiva Sports Illustrated, como o melhor jogo da história do tênis. [3